Postagem em destaque

Escola Técnica de Pompéu agoniza e jovens denunciam descaso

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Soldado do Exército é preso com armas e munições em casa em Bom Despacho.



Segundo a PM, ele é atirador do Tiro de Guerra da cidade. Armas e munições foram apreendidas nesta terça-feira (17).

Por G1 Centro-Oeste de Minas

18/04/2018 13h19  Atualizado há 7 horas

Armas e munições são apreendidas com jovem em Bom Despacho (Foto: Polícia Militar de Bom Despacho/Divulgação)

Um jovem de 18 anos foi detido em Bom Despacho, na terça-feira (17), depois que a Polícia Militar (PM) apreendeu armas e munições na casa dele. Segundo a PM, ele é atirador do Tiro de Guerra (TG) da cidade e chegou ao local por meio de denúncia anônima.

A assessoria da 4ª Região Militar, responsável pelo Tiro de Guerra do município, afirmou, por telefone, que o jovem não possui porte de arma e que um processo administrativo foi instaurado para apurar o caso.

Ainda segundo a assessoria, se comprovada a autoria do atirador, ele será desligado do tiro de guerra e responderá pelos atos junto à justiça civil.

Na casa dele foram encontradas uma pistola calibre 765 e 12 munições de mesmo calibre, uma pistola 81 munições calibre 380, três carregadores reserva da pistola calibre 380 e um carregador da pistola calibre 765.

O rapaz, segundo a PM, assumiu a posse das armas e disse que elas foram encontradas em um lote vago, próximo a uma quadra no Bairro São Vicente.

A polícia, no entanto, disse que há informações de que o armamento pertence a uma pessoa conhecida no meio policial e com diversas passagens. A identidade do suposto dono da arma não foi divulgada.

BOM DESPACHO


quarta-feira, 18 de abril de 2018

Delegado quer gravar depoimento em audio e nao mais em papel desta forma espera evitar que investigados mudem o depoimento na justiça.

Terça, 17 Abril 2018 12:33



Projeto piloto será utilizado durante as oitivas policiais.

O projeto inovador, está sendo idealizado pelo Delegado Regional de Varginha, Wellington Clair de Castro. Ele explica que esse novo projeto, consiste na gravação das oitivas. O processo que deixa de lado a transcrição, além de trazer uma significativa economia, de acordo com o delegado traz ganho de tempo dentro das delegacias de plantão.

As oitivas serão literalmente como ditas durante o interrogatório, de maneira que irá eliminar o consumo de papel, a paralisação para correções de textos e eventualmente o desperdício de material de escritório. Essa mídia será gravada e encaminhada para o Judiciário, onde todos os advogados, promotores e juízes poderão ter acesso, exatamente como foi dito na delegacia. Isso elimina uma prática comum, principalmente de autores de crimes presos em flagrantes, de dizer que na delegacia não foi aquilo que foi dito ou que teria sido coagido a assinar o termo de declaração”.

Ainda de acordo com o delegado, se for aceito, a ideia é que o projeto possa ser implantado em toda regional de Varginha. “A princípio é um projeto piloto em Minas, se ele der certo e tiver a aceitabilidade, tanto da chefia de polícia, como dos órgãos destinatários desse procedimento investigatório, acreditamos que haverá motivações para implementá-lo em todas as delegacias dessa regional e se Deus quiser em todo estado”, conclui.

 

Expectativa da organização da Superleite 2018 é de movimentar mais de 35 milhões em negócios

terça-feira, 17 de abril de 2018

Paraguaios pegos fabricando cigarros em Abaeté não eram escravos, afirma delegado


Cigarros falsificados foram apreendidos em fábrica clandestina em Abaeté no dia 4 de abril (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)

A suspeita de que o grupo de paraguaios detidos no início de abril em uma fábrica clandestina de cigarros em Abaeté era vítima de trabalho escravo está descartada. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (16) pelo delegado da Polícia Civil Rodrigo Noronha.

Pelo menos 15 paraguaios dois brasileiros foram encontrados no dia 4 de abril em um imóvel no Povoado de Tabocas, zona rural da cidade. Com eles foram apreendidos 270 mil maços de cigarros com rótulos de três marcas. A polícia apurou que os produtos eram levados para São Paulo.

Na época, a Polícia Civil informou que havia a suspeita de que os estrangeiros eram vítimas de trabalho escravo, pois no local foram encontrados indícios de que eles eram impedidos de sair e tinham o sinal de celular bloqueado.

Ainda conforme a polícia, eles chegaram a relatar que foram trazidos ao Brasil com a proposta de trabalho em costura no Estado de São Paulo, mas depois tiveram os olhos fechados e foram levados para Abaeté.

Estrangeiros e brasileiro foram detidos no início de abril em Abaeté (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)

Entretanto, as investigações apontaram que alguns dos paraguaios já haviam sido presos anteriormente.

"Dentre os 15 paraguaios que estavam trabalhando lá, quatro deles já tinham sido capturados outras vezes em Montes Claros [Norte de Minas], fazendo a mesma atividade. Então denota-se que estavam ali voluntariamente. Eles tinham dinheiro próprio e não tinha vigilância armada. Então, no contexto em si que foi apurado, essa questão de trabalho escravo, está descartada", afirmou o delegado.

O delegado Rodrigo Noronha informou que, depois de ouvidos, todos os detidos obtiveram liberdade provisória da Justiça e estão soltos desde o dia 5 de abril.

Pedido ao consulado

Ainda segundo Noronha, o Consulado do Paraguai foi contatado para que a polícia seja acionada para acompanhar o caso no país vizinho. O G1 entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil e o consulado e aguarda posicionamento.

ABAETÉ



segunda-feira, 16 de abril de 2018

Criminosos ateam fogo no Forum do Trabalho de Pará de Minas

Homens colocaram fogo na Vara do Trabalho de Pará de Minas, Centro Oeste de Minas na madrugada desta segunda (16). O fogo atingiu várias salas e parte do arquivo se queimou. Segundo informações da Polícia vários processos e equipamentos teriam sido destruídos pelo fogo.

O local não possui vigilância a noite oque o torna vulnerável

.

A Policia Federal deve investigar o caso.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA RECONHECE DIREITO DE POLICIAL CIVIL RECEBER HORAS EXTRAS



terça, 10 de abril de 2018


Em recurso de apelação proposto pelo Sindepominas, o mesmo foi escolhido para ser julgado pela 1ª Sessão Cível do TJMG sendo considerado como questão de grande importância para todos os policiais, transformado em Incidente de Resolução de Demanda Repetitiva – IRDR.

Após manifestação do Sindepominas, foi marcado a sessão para o dia 21 de fevereiro de 2018, na qual compareceu e proferiu a sustentação oral pelo Sindepominas e pelos policiais civis do Estado de Minas Gerais, o advogado Humberto Accioly Domingues e, pelo Estado, o advogado Arthur Pereira de Mattos. A Relatora desembargadora Albergaria Costa votou pelo pagamento de horas extras a todos os policiais civis do Estado de Minas Gerais, para aqueles que trabalham além das 40 horas semanais estabelecidas na Lei Orgânica da Polícia Civil, sendo acompanhada à unanimidade pelos demais Desembargadores presentes.

Desta feita, todos os processos que se encontravam sobrestados terão julgamento favorável em relação ao pedido de horas extras dos policiais, mais uma grande conquista do Sindepominas.

domingo, 15 de abril de 2018

II CORRIDA RÚSTICA DO TRABALHADOR DE POMPÉU

Resultado de imagem para maratona em pompeu


1º LOTE CAMISA DE BRINDE
R$ 60,00 (+ R$ 6,00 taxa)
Inscrições até 27/04/2018 0

REALIZAR INSCRIÇÃO


Descrição do evento


II CORRIDA DO TRABALHADOR

PREFEITURA MUNICIPAL DE POMPÉU

SM CULTURA, ESPORTE E TURISMO

REGULAMENTO

II CORRIDA RÚSTICA DO TRABALHADOR Data: 29 de Abril de 2018 Inscrições: 29 de Abril Valor da inscrição: R$60,00 (sessenta reais), sendo que as 100 primeiras inscrições terão direito a camisa,squeeze, chip, número de peito; o segundo lote a inscrição será R$ 80,00 e o participante terá direito a squeeze, chip e número de peito (o tamanho será pautado na disponibilidade de retirada). Largada feminina e masculina: 8h Local da largada e chegada: Avenida Padre João Porto, 853 Em frente a Praça de Esportes Bairro Centro Pompéu/MG.Tempo máximo para completar o percurso:1:30 hr

DISPOSIÇÕES GERAIS

1.1- A II edição da Corrida Rústica do Trabalhador tem por objetivo promover o esporte e a saúde, incentivar a prática da corrida de rua e proporcionar momentos de lazer aos participantes. A organização e a realização do EVENTO estão sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal de Pompéu, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. A CORRIDA será disputada em duas distâncias distintas de 5km e 10km.

PERCURSO 5 km geral masculino e feminino

PERCURSO 10 km geral masculino e feminino

PERCURSO 10 km masculino e feminino faixa etaria

(ate 30 anos) (31 a 40 anos) (41 a 50 anos) ( 50 anos acima)

PERCURSO 10 KM morador geral masculino e feminino

Não será permitido qualquer tipo de acompanhamento de outro corredor a pé, de bicicleta ou motorizado, caracterizando o pacing, sob pena de desclassificação. O atleta deverá correr sempre no percurso determinado pela organização. O não cumprimento implicará na sua desclassificação.

1.2- A idade mínima de ambos os sexos para participação na II CORRIDA RÚSTICA DO TRABALHADOR é de 12 anos completos até o dia da prova. Para inscrição de menores, deverá ser apresentada autorização por escrito com firma reconhecida do pai ou de um responsável legal. A autorização deverá estar acompanhada de cópia de um Documento de Identidade do pai ou responsável legal que será retido pela organização no ato da entrega do Kit.No ato da inscrição desconhecê-lo;

1.3- cada participante deverá ler o regulamento, não podendo alegar desconhecimento. A inscrição na II Corrida Rústica do Trabalhador de Pompéu é pessoal e intransferível, não podendo qualquer pessoa ser substituída por outra, em qualquer situação. O participante que ceder seu número de peito para outra pessoa será responsável por qualquer acidente ou dano que esta pessoa venha sofrer e ambos os atletas serão desclassificados. Poderão participar da II Corrida Rústica do Trabalhador de Pompéu atletas de ambos os sexo regularmente inscritos de acordo com o Regulamento Oficial da prova

1.4- O período de inscrições será de 08 de março a 28 de Abril pelo site da sympla e no dia da prova de 06: as 7:30, obedecendo os valores e informações contidas neste regulamento. O valor da inscrição obedecerá de acordo com o lote.: R$ 60,00 (Sessenta reais ); 2º Lote R$ 80,00 (Oitenta Reais) No dia da Prova a inscrição deverá ser realizada 30 minutos antes da largada e o valor será de R$ 100,00, inscrições feitas depois do dia 25/04/18 O boleto pago deverá ser apresentada na entrega do kit. De acordo com o disposto no artigo 23 da Lei Federal nº , de 01/10/2003, todos os atletas com mais de 60 anos de idade, tem direito a 50% (cinquenta por cento) de desconto na taxa de inscrição.Não haverá reembolso de inscrição em nenhuma hipótese.

ENTREGA DE KITS

1.1- A organização, a seu critério, poderá entregar ao atleta inscrito, mediante apresentação de documento de identidade original nos seguintes locais: No dia da prova, na Rua Padre João Porto, 853, no ponto de apoio, das 7:00 às 07:30. No kit haverá uma camiseta alusiva à prova, a numeração do atleta e chip para o primeiro lote e para o segundo lote squeeze, chip e número do peito Não serão entregues kits fora do dia e horário indicado acima.

1.2- HIDRATAÇÃO Durante e ao final da prova o atleta terá acesso a água.

1.3- É obrigatório o uso do número de peito durante toda a realização da prova e o mesmo não poderá ser alterado, sendo passíveis de desclassificação os participantes que não cumprirem este artigo.

CRONOMETRAGEM E PREMIAÇÃO

1.1- A apuração da prova será através de sistema de Cronometragem, que será realizado pela Empresa Cronometragem DW SPORTS.

1.2- Não haverá dupla premiação, ou seja, premiação cumulativa. Os atletas que pegarem premiação geral não participa da premiação local e na seguencia não participará da premiação por FAIXA ETÁRIA . Para efeito de categoria valerá o ano de nascimento independente domês ; seguindo essa sequencia de premiação sem alteração em qualquer hipótese; GERAL , LOCAL , FAIXA ETÁRIA

1.3- O valor da premiação em dinheiro refere-se ao valor líquido. Os 200 primeiros atletas que cruzarem a linha de chegada de forma legal e sem descumprimento deste regulamento receberão medalhas de participação

1.4- SOMENTE PODERÃO PARTICIPAR DA CATEGORIA LOCAL OS ATLETAS QUE RESIDIREM OU QUE TENHAM NASCIDO EM POMPÉU. Caso o atleta receba premiação local e não se enquadre em nenhum destes critérios, o mesmo será impedido de receber a premiação ou se receber e for constatado depois, terá que devolver o dinheiro para a organização e poderá ficar suspenso de outras provas organizadas pela Prefeitura Municipal de Pompéu. * Será exigido identidade e comprovante de endereço no ato a premiação.

1.5- PERCURSO DE 5 KM e 10 KM e local Haverá premiação em troféus do primeiro ao teceiro lugar (1º ao 3º lugar), masculino e feminino e seguintes valores em dinheiro:

PREMIAÇÃO:

PERCURSO DE 10 KM GERAL MASCULINO E FEMININO

1º LUGAR 300,00

2º LUGAR 200,00

3º LUGAR 100,00

PERCURSO DE 10 KM FAIXA ETÁRIA MASCULINO E FEMININO

(ate 30 anos) (31 a 40 anos) (41 a 50 anos) ( 50 anos acima)

1º LUGAR 100,00

2º LUGAR 80,00

3º LUGAR 60,00

PREMIAÇÃO: PERCURSO DE 10 KM GERAL MORADOR

1º LUGAR 150,00

2º LUGAR 100,00

3º LUGAR 60,00



PREMIAÇÃO: PERCURSO DE 5 KM MASCULINO E FEMININO SOMENTE GERAL

1º LUGAR 150,00

2º LUGAR 100,00

3º LUGAR 60,00

OUTRAS INFORMAÇÕES

A organização disponibilizará aos participantes do evento ambulância para prestação de primeiros socorros em caso de acidentes. Caso necessário, o atendimento médico de emergência hospitalar será efetuado na rede pública.Haverá 05 (postos) postos de distribuição de água, sendo 04 (quatro) montados ao longo do percurso, 01 (um) na largada/chegada.A segurança da prova receberá apoio dos órgãos competentes e haverá sinalização para a orientação dos participantes; Não haverá reembolso, por parte da Organização, bem como seus patrocinadores e apoiadores, de nenhum valor correspondente a equipamentos ou acessórios utilizados pelos participantes no evento, independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízo que porventura os atletas participantes venham a sofrer durante a participação neste evento; Recomendamos aos participantes da II CORRIDA RÚSTICA DO TRABALHADOR a realização de uma rigorosa e completa avaliação médica prévia à participação no evento; A organização da prova bem como seus patrocinadores e apoiadores não se responsabilizam por prejuízos ou danos causados pelo atleta inscrito na prova, a terceiros ou outros participantes, sendo seus atos de única e exclusiva responsabilidade do mesmo;Qualquer reclamação sobre o resultado final da competição, deverá ser feita, por escrito, até quinze minutos após a divulgação dos resultados;

RESPONSABILIDADE:

Ao participar deste evento, o atleta assume a responsabilidade por seus dados fornecidos e aceita totalmente o Regulamento da Prova, participando por livre e espontânea vontade, sendo conhecedor de seu estado de saúde e assumindo as despesas de transporte, hospedagem, alimentação e seguros ou quaisquer outras despesas necessárias ou provenientes da sua participação na prova antes, durante e depois da mesma; O competidor é responsável pela decisão de participar da prova, avaliando sua condição física e seu desempenho e julgando por si só se deve ou não continuar ao longo da competição;Ao participar deste evento, cada participante está incondicionalmente aceitando e concordando em ter sua imagem divulgada através de fotos, filmes, rádio, jornais, revistas, internet e televisão, ou qualquer outro meio de comunicação, para usos informativos, promocionais ou publicitários relativos à prova, sem acarretar nenhum ônus aos organizadores, patrocinadores ou meios de comunicação; Filmes e fotografias relativos à prova têm o direito reservado aos organizadores. Qualquer forma de divulgação ou interesse em destinar um profissional para a cobertura do evento estará sujeita à aprovação dos organizadores da prova por escrito; A prova será realizada com qualquer condição climática (meteorológica); As dúvidas ou omissões deste Regulamento serão dirimidas pela Comissão Organizadora de forma soberana, não cabendo recurso a estas decisões. MAIS INFORMAÇÕES Outras informações poderão ser obtidas pelo telefone (37) 3523 1000 ramal 248 , de segunda a sexta-feira, em dias úteis, de 8h às 16h.

Policia Civil de Passos pega Cangaceiros que aterrorizaram a cidade




Exclusivo...Equipes da Polícia Civil de Passos comandada pelo Delegado  Marcos Pimenta juntamente com policiais do Deic de São Paulo acabam de prender 4 indivíduos da quadrilha que explodiram dois bancos dia 11/04/018 aqui em Passos. 4 indivíduos presos, armamento pesado inclusive com uma ponto 50.

Nesse momento outras diligências estão sendo feitas pela polícia civil de Passos e policiais do Deic de São Paulo. Obs: A cidade onde foi feita as prisões e dos materiais por enquanto não será divulgada. Parabéns Polícia Civil de Passos e do estado de São Paulo.


Principalmente ao Delegado Regional de Passos Doutor Marcos Pimenta que está empenhado desde o dia 11/04 no intuito de prender toda quadrilha e recuperar o dinheiro roubado. obs: Operação realizada hoje 14/04/018

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Policia faz treinamento para dar "boas vindas" aos Cangaceiros no interior de Minas.





Foi realizada na manhã de hoje, 12/04/18-Qui, a cerimônia de abertura do Treinamento sobre Procedimentos Operacionais em Ocorrências de Ataques a Agências Bancárias e Similares, que será ministrado por militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), do Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar de Minas Gerais.

A abertura do evento foi marcada pela fala do Comandante da 7a Região, que ressaltou a importância do treinamento para o aprimoramento técnico-profissional dos militares da região, em face do atual cenário da Segurança Pública, para fazer frente às demandas relacionadas a ocorrência de explosão de caixas eletrônicos.

Na sequência o Comandante do CPE, Cel Giovanne Gomes da Silva, fez uma explanação sobre os objetivos do treinamento, fazendo uma contextualização da situação no Estado de Minas, com a exibição de vídeos com casos reais, além da apresentação de vários conceitos técnicos e a doutrina de emprego Operacional nestes casos.

Ao final da apresentação o Cel Marcelo Augusto fez a entrega de um certificado de agradecimento ao Cel Giovanne, pelo apoio do CPE às ações e operações desenvolvidas pela 7a RPM, além do treinamento que será ministrado aos militares.

O treinamento teve início nesta manhã com uma abordagem teórica sobre os seguintes temas:

1) Ações  Especializadas em enfrentanento/ FT (Força Tarefa)

2) Ações de Cerco e bloqueio em áreas rurais

3) Primeira intervenção em incidentes com bombas e explosivos

Na tarde de hoje os militares receberão um treinamento prático sobre "explosivos e efeitos da explosão", na sede da 7a Cia PM Ind PE.

Amanhã, 13/04/18-Sex, durante todo o dia haverá o treinamento prático sobre "Conduta de Patrulha em Área Rural" e a cerimônia de encerramento as 18:00h.

Estiveram presentes ao evento, além do Comandante da 7a RPM e do Comandante do CPE, o Promotor de Justiça, Dr. Fábio Barbiere, o Delegado Chefe do 7° Departamento da Polícia Civil, Dr José Ivan Lopes, o Comandante do 23° BPM,  Ten Cel Rodrigo Teixeira Coimbra, o Comandante da 7a Cia PM Ind PE, Maj Alexsander de Oliveira Silva, o representante da ACASP, Sr. Luciano Lara.

Depois de uma trégua na quaresma Cangaceiros voltam a infernizar cidades do interior de Minas usando armas de Guerra.



Com oito ataques a bancos e caixas eletrônicos em seis dias no estado, o medo não dá trégua à população mineira. Moradores de mais duas cidades se tornaram reféns de assaltantes que mais uma vez agiram com extrema violência, usando inclusive em um dos casos uma metralhadora .50, arma capaz de derrubar aeronaves e furar a blindagem de carros-fortes. Diferentemente do que ocorre na maior parte das ações de quadrilhas especializadas, a madrugada de ontem não veio com ataques apenas em cidades pequenas, com baixos efetivos da Polícia Militar e pouca chance de resposta. Ao invadirem Passos, no Sul de Minas, ladrões desafiaram a resistência de uma cidade com mais de 100 mil habitantes, que inclusive é sede de um batalhão da PM e por isso tem uma tropa maior para agir em situações desse tipo.


Além de Passos, ladrões atacaram um banco da cidade de Ipiaçu, no Triângulo Mineiro, que mesmo isolada por uma única rota de acesso terrestre não impôs barreiras no momento da fuga dos criminosos, que não chegaram a ser interceptados pelas forças de segurança. A Polícia Militar sustenta que de 1º de janeiro até ontem, incluindo os dois últimos casos, são 38 ocorrências desse tipo em Minas. A média é de dois assaltos a instituição financeira a cada cinco dias em 2018, índice que, embora alto, é menor que o do ano passado, quando ocorreram 50 roubos no mesmo período, de acordo com a PM. Este ano, oito ladrões foram presos e três, mortos em confrontos.

A primeira ocorrência da madrugada de ontem foi registrada em Passos, cidade às margens da MG-050, próximo à divisa com São Paulo. Informações da Polícia Civil dão conta da extrema sofisticação e poder de fogo do grupo, estimado em 20 assaltantes transportados em quatro caminhonetes. Os investigadores recolheram uma espécie de compressor de ar, que, segundo o delegado Marcos Pimenta, foi usado para sugar a fumaça gerada pelas explosões nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e possibilitar ação mais rápida dos ladrões. Além disso, a polícia recolheu cápsulas de metralhadora calibre .50, arma normalmente usada em situação de guerra, e que a própria polícia é proibida de usar no Brasil, conforme o policial. Esse tipo de armamento tem capacidade para furar a blindagem de carros-fortes e até derrubar aeronaves.



Marcos Pimenta explica que no momento da ação dos criminosos, que ocorreu na Avenida Arouca, Centro da cidade, quatro policiais militares se aproximaram do local e dispararam contra os assaltantes, mas a desproporção de forças não possibilitou muitas opções. Eles teriam se deslocado até um prédio e, na companhia também de um delegado, continuaram atirando. “Nesse momento, eles atingiram um dos ladrões na perna. Ele foi socorrido pelos comparsas e colocado em uma das caminhonetes usadas pelo bando”, acrescenta o policial. Esse teria sido o motivo, segundo ele, para que uma grande quantia em dinheiro que tinha sido subtraída do Banco do Brasil ficasse para trás.

O planejamento da quadrilha também contou com a queima de um ônibus na saída para Belo Horizonte na MG-050 e de outro veículo na saída para São Paulo, para dificultar a reação das forças policiais. “É uma ação que choca a sociedade, mas nesse momento não tem muito o que fazer. Quando você está chegando para ver o que está acontecendo, os criminosos já estão esperando. Com a equipe pronta para o combate é uma coisa, mas mobilizando na hora não tem as mesmas condições”, afirma o policial. Marcos Pimenta disse que um homem, apontado como dono do ônibus que foi queimado, foi encontrado pela PM e levado para prestar depoimento.

Chegou-se a cogitar inclusive o uso de drones pelos criminosos na ação em Passos, mas a Polícia Civil não confirmou a informação. Pode ter havido confusão pelo fato de funcionários do Banco Santander terem feito um trabalho com esse tipo de equipamento na noite anterior, o que pode ter gerado boatos entre a população local.


Confira detalhes dos assaltos de ontem (clique para ampliar a imagem)(foto: Arte EM)
Continua depois da publicidade




IPIAÇU Cerca de quatro horas depois do ataque em Passos, um grupo menor, estimado em oito assaltantes, ocupando dois carros e uma moto, invadiu a cidade de Ipiaçu, município com cerca de 4 mil habitantes, no Triângulo Mineiro, e explodiram o único caixa eletrônico do Banco Bradesco. A única ligação terrestre possível conecta Ipiaçu com Capinópolis em 43 quilômetros de asfalto, pois os acessos para Santa Vitória (também no Triângulo) e Inaciolândia (GO) demandam o uso de balsas para transpor a represa no Rio Paranaíba.

Mesmo assim, quando os criminosos fugiram ainda não havia cerco montado nas imediações de Capinópolis. O coronel Cláudio Vítor Rodrigues Rocha, comandante da 9ª Região da PM, disse que houve um problema no acionamento do reforço via rede de rádio, o que pode ter dado tempo para os ladrões. A PM suspeita que os integrantes façam parte de uma quadrilha de Uberlândia e que tenham fugido para Goiás a partir da BR-153. A polícia trabalha também com a informação de que há pessoas das cidades de Capinópolis ou Ipiaçu envolvidas com a quadrilha.

Segundo o coronel Cláudio Rocha, entre 2016 e 2017 houve redução de 59% desse tipo de caso na 9ª Região da PM, com sede em Uberlândia e responsável por 18 municípios. “Foram sete ocorrências no ano passado e este ano é a segunda. Antes de Ipiaçu tivemos uma explosão em um caixa eletrônico da UFU, em Uberlândia, em que os bandidos não levaram nada”, afirma o oficial, que destacou o uso de um helicóptero para sobrevoar a região e fazer varredura em vários sítios próximos à cidade atacada. Até o fechamento desta edição, ninguém tinha sido preso.

REAÇÃO Em nota, a Polícia Civil informou que deslocou grande efetivo para atuar na ocorrência de Passos, que teve “crimes gravíssimos contra o patrimônio”. Há 120 policiais civis engajados no caso, sendo quatro aeronaves com agentes da Coordenação Aerotática e equipes do Departamento Estadual de Crimes contra o Patrimônio (Depatri) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). A corporação deslocou para a região delegados de sua cúpula, como o superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Carlos Capistrano, entre outros policiais.

“Foram apreendidos explosivos e demais materiais que estão sendo periciados. Os trabalhos de inteligência investigativa estão utilizando alta tecnologia para apuração e prisão dos envolvidos. Além disso, há envolvimento das demais forças de segurança e troca de informações para dar maior celeridade às investigações”, informou a corporação. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) destacou a redução de casos entre 2016 (237) e 2017 (162), que chega à casa dos 31%, como resultado de um trabalho integrado entre diferentes agências de segurança. “De forma integrada, as apurações da inteligência se transformam em operações repressivas e preventivas, com foco no interior do estado. Um exemplo disso é o cerco policial que está em andamento nos ataques registrados hoje (ontem)”, diz texto enviado pela pasta.

Prefeito de Passos se manifesta, esse é uma verdadeiro líder.

Resultado de imagem para prefeito de passos renato lima

Prezados Passenses,

Venho a público esclarecer sobre o ataque a bancos que sofremos de uma organização criminosa nesta madrugada do dia 11/04.
Informo que estou em contato direto com o comando da Polícia Civil e Militar que esta tomando todas as providências necessárias de oferecer segurança para todos os moradores da nossa cidade.
Solidarizo-me com toda minha gente neste momento que passamos e ressalto aqui a importância de unirmos forças para prosseguir a nossa luta em prol da segurança da nossa cidade.
Registro aqui a competência, comprometimento e o trabalho realizado pelo efetivo da Polícia Militar e Civil de Passos nesta ação. Nós revestimos de um sentimento de gratidão por sabermos que sempre poderemos contar com este trabalho de excelência na area de segurança pública.

Carlos Renato Lima Reis
Prefeito de Passos.


segunda-feira, 9 de abril de 2018

Câmara abre CPI para apurar desvios de dinheiro por parte de Secretario no carnaval de Pompéu


Resultado de imagem para edson professor pompeu
O Secretario Edson Professor.

Os Vereadores Eloizinho, Geraldinho do Pompéu Velho e José Romualdo protocolaram na reunião desta segundo (9) um requerimento pedindo a instalação de uma CPI (comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar desvios de dinheiro no Carnaval de Pompéu em 2018.

O Investigado é o Secretário de Cultura e Esportes Edson Professor que também esteve na reunião da Câmara neste segunda.


Notas com valor superfaturado.


Segundo a denuncia dos Vereadores há indícios de super faturamento de notas fiscais para pagamento de Shows e de Segurança para o evento, seriam mais de 50 mil desviados segundo os Vereadores.

Agora os parlamentares vão apurar as denuncias e caso sejam confirmadas poderão resultar no indiciamento do Secretario Edson Professor por improbidade administrativa ou mesmo por corrupção passiva.

O blogue não conseguiu contato com o Secretario Edson mas coloca seu espaço a disposição para sua manifestação.

Policia prende Cangaceiros que levaram pânico a Pinhui. Veja o video da parceira TV Alterosa.

domingo, 8 de abril de 2018

Pompeano é executado a tiros ao chegar em Papagaios.


Um jovem conhecido como Maicon de 18 anos foi morto a tiros dentro de uma táxi na entrada de Papagaios MG. 



Nas proximidades da torre de celular no inicio da zona urbana de Papagaios o táxi teria sido cercado por motoqueiros que abriram fogo contra o veiculo mantando Maicon e ferindo o taxista que também era de Pompéu, ele, mesmo ferido conseguiu dirigir até Pompéu e ir até o PA da Cidade (Veja o relato abaixo).

O irmão de Maicon teria sido executado em frente ao posto de saúde da Várzea das Flores em Pompéu a alguns meses atrás e a policia suspeita do envolvimento dos criminosos com o trafico de drogas na região. 


A Polícia militar recebeu ligação dos funcionários do PA Médico, os quais relataram que havia dado
entrada no local uma vítima baleada. No PAM foi feito contato com a vítima G  M P Bv 62
anos, o qual relatou que transportava em seu veículo táxi os indivíduos Marcos A da S e R G
B Paraguai até a cidade de Papagaios/MG, e nas proximidades de Papagaios o táxi foi surpreendido por dois
homens que realizaram diversos disparos contra M e R sendo o taxista também atingido. A vítima disseque após perceber que os autores evadiram, o mesmo deslocou para Pompéu em seu veículo.

Os militares de Papagaios entraram em contato com os militares de Pompéu e relataram que M  havia falecido vítima de disparos de arma de fogo e que a tentativa de homicídio contra R  e G  seria registrado em Papagaios, conforme BO PM . Durante verificação no veículo de G foi percebido que havia marcas de disparo de arma de fogo e cápsulas deflagradas no interior do mesmo.

Foi realizado contato com o perito João Batista dos Santos na cidade de Pará de Minas, o qual relatou que não iria comparecer pois o veículo não estava no município de Papagaios.

 Em contato na delegacia de plantão de Bom Despacho, foi relatado pelo delegado Dr.Rodrigo Noronha que a perícia não compareceria, pois o crime havia ocorrido em Papagaios. Diante dos fatos, foi feita a apreensão de 07 cápsulas deflagradas calibre 380 localizadas no interior do veículo táxi Fiat Uno, placa NJXPompéu, que estava com marcas de sangue e também uma perfuração provavelmente de dentro do veículo
para fora.

Diante dos vestígios de crime, o veículo foi apreendido e encaminhado ao pátio credenciado. A vítima G apresentava ferimento no lado direito do abdômen, ficando o projétil alojado, e foi transferida para SeteLagoas/MG🚨

Paraguaios e brasileiros presos em fabrica clandestina de cigarros em Abaeté foram liberados

sábado, 7 de abril de 2018

Resposta a altura: Quatro homens são presos suspeitos de explodir caixa eletrônico em Piumhi



Militares encontraram sítio utilizado pela quadrilha, onde havia um arsenal de armas, contendo pistolas semi-automáticas, submetralhadoras e fuzis



PUBLICADO EM 07/04/18 - 13h52

Da redação

A Polícia Militar prendeu, neste sábado (7), quatro homens suspeitos de explodir e roubar o dinheiro de um caixa eletrônico de um banco, em Piumhi, no Centro-Oeste do Estado. A prisão ocorreu quando os suspeitos tentavam fugir para Divinópolis, pela Rodovia MG-050, próximo ao pedágio de São Sebastião do Oeste.

Com os homens, a polícia encontrou grande quantidade de dinheiro dentro de sacolinhas de plástico. A PM também localizou um sítio utilizado pela quadrilha, localizado às margens da rodovia MG-050, entre a Praça de Pedágio e o trevo de São Sebastião do Oeste. Lá, os militares encontraram um arsenal de armas, contento pistolas semi-automáticas, submetralhadoras e fuzis, incluindo um HK, todas de uso restrito e de variados calibres.

Além do armamento, foram apreendidos 11 coletes balísticos, 14 rádios, máscaras anti-gás e um veículo Toyota Hillux.

Dos quatro presos na abordagem, pelo menos três tem passagem por crimes de roubo, tráfico de drogas, furto e porte ilegal de armas.

Depois de dar uma trégua na Quaresma Caganceiros voltam a atacar o Centro Oeste de Minas.

Relato de um morador de Pinhui.

O roubo começou 1:50 hrs da manhã, e acabou por volta das 2:40 hrs. Explodiram os caixas eletrônicos da Caixa federal e do Banco do Brasil.

Tinha 4 rapazes na esquina do correio, de short e sem camisa, com as mãos para cima, como reféns. O bando de criminosos eram vários, e estavam a maioria todos vestidos de preto, dos pés a cabeça, e alguns de calça jeans, e blusas pretas.

Tinha um em cada esquina, do correio, debaixo da casa da Isaura do Arthur, perto da delegacia, da drogamelo, armados com escopeta, fuzil, revólveres, dando tiro para cima, para assustar as pessoas que estavam vindo.

Alguns carros estavam transitando, eles davam tiro de aviso e mandavam dar ré, e desaparecer. Eles não deram tiros para acertar as pessoas, graças a Deus! Mas infelizmente saíram levando reféns, que não sei quais são. Fugiram em uma camionete 4x4 branca, não sei a marca, 01 carro comprido branco e outro preto, e fugiram para o lado da praça do Rosário, sentido São Roque Minas.

A camionete me pareceu estar carregada com cofres, os reféns e bandidos sentados atrás na tampa. Foram duas explosões.

Uma no Banco do Brasil, e outra na Caixa Federal. O Credialto e a loteria ficaram intactos. Fui lá ver, e estava saindo fumaça ainda das explosões. O banco do Brasil ficou mais estragado do que a caixa federal.

A polícia ainda estava chegando no local, com armas apontadas, e antes de chegar próximo a eles, eu gritei quem eu era para me identificar, como civil e advogado. Então dei minha versão a eles.

Eles me disseram que estavam na praça Dr. Avelino de Queiroz, e não puderam chegar e trocar tiros. Eu disse que não tinha como eles chegarem porque estavam dando tiros para cima de minuto a minuto para ninguém chegar.

Fiquei com muita dó das 4 pessoas, todas homens, que foram obrigados a ficar na esquina do semáforo, do correio com as mãos para cima o tempo todo.

Alguns bandidos devem ter chegado de moto, porque tinha capacetes no chão, deixados para trás. Agora não deixa de chegar policial aqui no batalhão, para o trabalho, pois muitos estavam em casa.

Foi um pandemônio, e acordei com os tiros na hora, e por isso, sei do horário de início e fim. Demoraram muito neste roubo, cerca de 50 minutos.

Delegado de Abaeté diz quê alegação de trabalho escravo de Paraguaios pode ser falsificada e que vai pedir ajuda a polícia do país vizinho


Objetivo é buscar informações se paraguaios detidos têm passagens no país. Reincidência de quatro deles faz delegado conduzir com cautela indício de trabalho escravo.

Por Mariana Gonçalves, G1 Centro Oeste de Minas

06/04/2018 12h33  Atualizado há 13 horas

Mais de 200 mil maços de cigarro foram apreendidos em fábrica clandestina (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)

A Polícia Civil informou nesta sexta-feira (6), que estuda acionar a Polícia do Paraguai para ajudar nas investigações dos estrangeiros presos em uma fábrica clandestina de cigarros, na quinta-feira (5), em Abaeté.

O objetivo da Polícia Civil, segundo o delegado Rodrigo Noronha, é buscar informações se os paraguaios detidos têm passagens no país deles e, se confirmadas, quais os crimes eles cometeram.

A polícia também busca informações se eles trabalhavam em fábricas de cigarro no Paraguai. Segundo o delegado, do total de estrangeiros, quatro deles são reincidentes por crimes semelhantes em outras regiões do Brasil.

Este fato, inclusive, faz com que Rodrigo conduza com cautela a investigações sobre os indícios de que os paraguaios tenham sido vítimas de trabalho escravo.

Os estrangeiros relataram que eram impedidos de sair dos alojamentos da fábrica, e de usar o telefone. Um bloqueador de sinal de celular foi encontrado no imóvel. Eles disseram ainda que chegavam ao local com os olhos vendados para não conseguir identificar onde estavam.

"Essa questão do trabalho escravo, estamos trabalhando com uma fragilização dessa possível ocorrência. Até mesmo em razão do contexto que estamos apurando desde ontem. Vamos tentar com a Polícia paraguaia, verificar a informação de crimes praticados por eles no país. Se eles têm passagem por esse, ou outros crimes", informou Noronha.


O delegado informou que vai solicitar à Justiça a incineração do material apreendido. Também foi solicitada a apreensão do maquinário que será levado para um galpão sob responsabilidade da Polícia Civil.

Fábrica Clandestina

Pelo menos 15 estrangeiros foram encontrados no local junto com dois brasileiros. Foram apreendidos 270 mil maços de cigarros, em uma fábrica clandestina de cigarros na Comunidade Rural de Tabocas, em Abaeté.

A polícia chegou até o galpão após moradores denúnciarem a movimentação no local. O maquinário foi apreendido pela Polícia Civil.

Na fábrica, estima-se que eram produzidos, em média, 3 milhões de cigarros por dia. Na embalagem, eram usados rótulos de três marcas e os produtos seguiam para São Paulo.

Um brasileiro de 33 anos é apontado como gerente da fábrica e pode responder por falsificação, lavagem de dinheiro e trabalho escravo - caso seja confirmado -, segundo a polícia.

Estrangeiros e brasileiros foram presos nesta quinta-feira (5) em Abaeté (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)


sexta-feira, 6 de abril de 2018

Abaeteenses usavam paraguaios para fábricar cigarros falsificados em Abaeté, tem base?


Segundo a PM, prisões aconteceram nesta quinta-feira (15) no Povoado de Tabocas, na zona rural da cidade.

Por Mariana Gonçalves, G1 Centro Oeste de Minas

05/04/2018 16h18  Atualizado há 3 horas

Polícia apreendeu 270 mil maços de cigarros falsificados em Abaeté (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)

Pelo menos 15 estrangeiros e dois brasileiros foram presos nesta quinta-feira (15) em uma fábrica clandestina de cigarros em Abaeté. Segundo a Polícia Militar (PM), os estrangeiros são do Paraguai.

Ao MGTV, a Polícia Civil informou nesta quinta-feira que há suspeitas de que os paraguaios detidos na fábrica eram vítimas de trabalho escravo. (Confira novidades sobre o caso aqui)

A princípio, a PM informou que 95 mil maços de cigarros haviam sido apreendidos, mas o número foi revisado para 270 mil no início da noite. O galpão localizado no Povoado de Tabocas, zona rural do município, foi denunciado por moradores que suspeitaram da movimentação noturna.

A PM constatou indícios de que, além da fabricação, havia comercialização de cigarros falsificados no estabelecimento.

Prisão brasileiros e paraguaios em Abaeté (Foto: Polícia Militar de Abaeté/Divulgação)

A polícia também informou que, incialmente, acreditava-se que o local servia para desmanche de veículos.
 

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Policia Civil da uma faxina em Pompeu.

A Polícia Civil em Pompéu, nesta manha de quinta feira, 05/04/2018, deflagrou uma operação no combate a tráfico e porte de armas.
Cumprindo mandados de busca e apreensão pela cidade de Pompéu, no intuito de combater a criminalidade.
Sendo que foram presos duas pessoas em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, três motos, um automóvel, mais de quarenta pedras de crack e mais de mil e quatrocentos reais.


Ousadia extrema: bandidos jogam gasolina em Policial dentro de viatura ameaçam colocar fogo e roubam arma da corporação

Resultado de imagem para rabugento bravo
A Polícia Civil vai investigar o caso de um integrante da corporação que teve a arma roubada na madrugada desta quarta-feira (4) no bairro Prado, na região Oeste da capital. Ele foi abordado por dois homens na rua dos Pampas. A dupla ateou gasolina no rosto do agente de segurança para evitar que ele reagisse e fugiu em seguida.
O policial estava em uma viatura e precisou de parar depois de que o carro sofreu uma pane. Foi então que os criminosos se aproximaram e jogaram o líquido inflável no rosto dele. Na sequência, pegaram a arma do agente e fugiram. Os dois estavam em uma moto.
A vítima foi levada para o Hospital Socor, na região Central de BH. O estado de saúde não foi divulgado.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Concurso Prefeitura de Bom Despacho – MG: 229 vagas para níveis médio e superior!

Resultado de imagem para concurseiro

A Prefeitura de Bom Despacho, em Minas Gerais, divulgou o edital de seu novo concurso público.

São 229 vagas para os níveis médio, técnico e superior, com salários de até R$ 2,1 mil.
Como me inscrevo para o concurso da Prefeitura de Bom Despacho – MG?
As inscrições estarão abertas das 11 horas do dia 28 de maio até o dia 26 de junho.
Para se inscrever, o candidato deve entrar no site da Unilavras Concursos, a organizadora do concurso.
As taxas variam de R$ 90,08 a R$149,71, e devem ser pagas até o dia 27 de junho.
Quem pode concorrer no concurso da Prefeitura de Bom Despacho MG?
São 229 oportunidades para os níveis médio e superior.
Os salários variam de R$ 1.286,89 a R$ 2.138,73.
Como é a avaliação do concurso da Prefeitura de Bom Despacho-MG?
A avaliação será por meio de prova objetiva e discursiva, previstas para o dia 29 de julho. A banca organizadora ainda irá revelar os locais e horários dos exames.
Ainda haverá uma prova de aptidão física (para o cargo de Fiscal Municipal) e prova de títulos(para os cargos de Fiscal Municipal e nível superior).
O certame será válido por dois anos, podendo ainda ser prorrogado por mais dois.
Nova Concursos tem ajudado há mais de 10 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!
autor:
Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pelo Centro Universitário do Sul de Minas.

Comandante do 7 Batalhão da PM veio Pompéu em Audiência Publica presta conta das ações para coibir a criminalidade na cidade.



Veja! As perguntas da população, a Apresentação dos Resultados das Operações com o Comandante, Apelos contra as drogas e Depoimentos das pessoas sobre a Audiência Pública.

A Web Rádio Central FM 10 acompanhou a assembleia que se iniciou às 19h, da noite desta segunda- feira (02), na sede Câmara Municipal de Vereadores de Pompéu/MG, o presidente da casa senhor Paulo Henrique Faria e demais vereadores receberam o comandante do 7º Batalhão – Tenente Coronel PM Roberto Martins - que abriu sua fala agradecendo a acolhida e, posteriormente, primando pelo princípio da transparência e excelência nos resultados fez a apresentação dos dados significativos e ratificou perante um público de mais de 100 pessoas a continuidade da execução dos esforços ligados ao policiamento ostensivo geral.

Em um segundo tempo os populares fizeram o uso da palavra quando muitos expressaram satisfação pela atividade policial empregada no município enquanto outros arguiram o oficial Chefe da Seção de Emprego Operacional do 7º Batalhão - Capitão PM Hudson que, devido ao seu notável conhecimento no setor de trânsito, fez salutares esclarecimentos.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Pompeano de Silva Campos poderá livrar Lula da Cadeia.

José Afonso da Silva conhecido em Pompeu com Zico do Nereu é natural de Silva Campos distrito de Pompéu


A defesa do ex-presidente Lula apresentou nesta segunda-feira, 2, ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer emitido pelo jurista José Afonso da Silva, Professor Titular aposentado da Faculdade de Direito da USP, contra a execução de penas após condenações em segunda instância. Nesta quarta-feira, 4, a Corte julga o mérito do pedido de habeas corpus preventivo do petista, condenado a 12 anos e um mês de prisão no caso triplex.



Documento
O PARECER DE JOSÉ AFONSO PDF




Na contramão do parecer apresentado pelos defensores do ex-presidente, milhares de procuradores e juízes anunciaram que vão entregar nesta segunda-feira, 2, nota técnica em defesa das prisões após segunda instância. O entendimento foi firmado pelo Supremo em outubro 2016, no âmbito de julgamentos de habeas corpus e Ações Declaratórias de Constitucionalidade. Uma das ADCs pode voltar à pauta após a publicação do acórdão do julgamento, que abriu espaço para recursos já impetrados por advogados.
+ Discreta, Rosa definirá destino de Lula

Segundo os advogados de Lula, o jurista elaborou o Parecer “pro bono” (sem cobrança de honorários) ‘porque, segundo explicou, está exercendo um “dever impostergável” de “defesa da Constituição”’:


“Afirmei que tenho o ‘dever impostergável’ de defender a Constituição, e essa afirmativa decorre do fato de que trabalhei muito, me empenhei para além mesmo de minhas forças, para que ela fosse uma Constituição essencialmente voltada para a garantia da realização efetiva dos direitos humanos fundamentais, confiante em que os Tribunais, especialmente o Tribunal incumbido de sua guarda, soubessem interpretar a formulação normativa desses direitos, segundo a concepção de que seu entendimento há de ser sempre expansivo e nunca restritivo”, disse.


O jurista criticou a decisão do Supremo que firmou entendimento sobre prisões após segunda instância em outubro de 2016. “É incompreensível como o grande Tribunal, que a Constituição erigiu em guardião da Constituição, dando-lhe a feição de Corte Constitucional, pôde emitir tal decisão em franco confronto com aquele dispositivo constitucional”.

“O principio da presunção de inocência tem a extensão que lhe deu o inc. LVII do art. 5º da Constituição Federal, qual seja, até o trânsito em julgado da sentença condenatória. A execução da pena antes disso viola gravemente a Constituição num dos elementos fundamentais do Estado Democrático de Direito, que é um direito individual fundamental (…) Dá-se a preclusão máxima com a coisa julgada, antes da qual, por força do princípio da presunção de inocência, não se pode executar a pena nem definitiva nem provisoriamente, sob pena de infringência à Constituição”, afirma.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Bang Despacho: tiroteio deixa um baleado no Bairro Tabatinga em Bom Despacho



Informações ainda não oficiais deram conta de que houve um tiroteio no Bairro Tabatinga em Bom Despacho na noite deste domingo de pascoa.

Segundo relatos que o blogue teve acesso, um jovem teria sido baleado e conduzido para o Pronto Atendimento Municipal.

A vitima ainda não havia sido identificada.

A então tranquila Bom Despacho tem sido palco de frequentes tiroteios, sendo que um jovem foi morto a toiros a luz do dia em plena rua.

A cidade vive um verdadeiro Bang-bang.

A policia investiga o caso e se a há correlação entre o tiroteio de hoje o o homicido ocorrido na cidade.

Policia Militar esclarece o ocorrido.

Veja o vídeo:

Menos três: polícia mata mineiros suspeitos de explodirem caixas eletrônicos.

O grupo seria especializado em roubo de agências bancárias






Três homens, que seriam de Uberlândia, suspeitos de explodirem caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil, em Goiânia, nesta madrugada de sexta-feira, 30, morreram em confronto com a Polícia Militar. Gabriel Antônio Urias Silva, de 19 anos, Pablo Felipe Ferreira Carvalho, de 30 anos, e Tiago Lúcio de Andrade, 28 anos, foram surpreendidos pelos militares no cruzamento das ruas Verdi e Roma, no Bairro Jardim Europa, na região Sudoeste, em Goiânia. O crime foi na Avenida T-7.


De acordo com a Polícia, o trio seria de Uberlândia, Minas Gerais, e seria especializado em roubo de agências bancárias. Equipes do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva (Giro) ouviram as explosões e se deslocaram para o local, sendo possível fazer o acompanhamento dos suspeitos até o Jardim Europa.


No cruzamento das ruas Verdi com Roma, os suspeitos pararam o carro, um Ecosport, e desceram atirando. Os policiais revidaram. No confronto, morreram Gabriel, Thiago, e Pablo Felipe. Os policiais que participaram da ação saíram ilesos.


No veículo, os policiais encontraram vários sacos de dinheiro, que totalizaram R$ 120.300 em cédulas não danificadas. Uma gaveta do caixa eletrônico, uma alavanca, armas e três pistolas também foram apreendidas no carro.


Os corpos foram recolhidos por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) e o veículo utilizado pelo grupo removido. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Técnico-Científica e da Delegacia de Homicídios também foram acionadas.


Fonte: V9 Vitoriosa foto: Policia Militar

Câmara de Pompéu marca audiência publica para discutir criminalidade e apresentação de resultados pela Polícia Militar

Resultado de imagem para criminalidade  pompeu mg

O Presidente da Câmara Municipal de Pompéu, Vereador Paulo do Bar atendeu ao pedido do Comandante do 7° Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Roberto Martins e convocou uma audiência publica para discutir a criminalidade ena cidade

Toda população está sendo convidada pompeana para acompanhar e participar da audiência pública que será realizada na Câmara Municipal de Pompéu, na próxima segunda-feira, dia 02 de abril de 2018, às 19 horas. 


Durante a audiência pública com a presença do Ten Cel Roberto Martins estarão presentes todos os vereadores de Pompéu, e serão apresentados os resultados da maior operação policial realizada na cidade e ainda serão discutidas melhorias na segurança pública.