Postagem em destaque

Agropeu abre safra abençoada de 2017.

Em missa funcionários e diretores pedem proteção a Deus em mais uma jornada de trabalho na nova safra. ...

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Vereador quer tolerância zero em Pompéu.


O Vereador Experidião Porto quer impor em Pompéu o projeto que em Nova York ficou conhecido como tolerância zero. O programa foi colocado em prática pelo Prefeito de Nova York da época Rudolph Giuliani e consiste em reprimir todos os delitos com dureza. Estimula a população para que denuncie o crime e os maus policiais que serão tratados com rigor. Já a algum tempo Experidião tem se movimentado, encontrou-se com TEN CEL Renato, comandante do 7 º BPM, na oportunidade pediu a transformação do Pelotão da PM de Pompéu em Compania. A mudança faria com que o efetivo de policiais de Pompéu aumentasse juntamente com toda estrutura da Polícia. Recentemente, como o apoio dos Deputados Jaiminho Martins e Inácio Franco, o Vereador conseguiu trazer mais sete policiais Civis para Pompéu entre Escrivães e Investigadores. Experidião luta na Câmara pela volta da Guarda Municipal, toda reunião o Vereador vai a tribuna cobrar do atual Prefeito o compromisso assumido do retorno da Guarda mas até agora não foi atendido. Nesta sexta mais uma vez os Vereadores Experidião, Romere e Nilson vão até o Secretário de Defesa Social pedir o envio de uma equipe para a apuração dos crimes que chocaram Pompéu.

Os Vereadores tambem vão pedir que os presos de Pompéu passem a ser custodiados pela SUAP, isso liberaria 5 policiais Militares para o patrulhamento da cidade.
Experidião acredita que só com um posicionamento mais firme das autoridades Pompéu conseguirá se livrar do crime "Pompéu sempre foi uma cidade onde os políticos sempre iam a delegacia, não pra pedir rigor em uma investigação, mas sempre para soltar seus amigos e correligionários presos pro algum motivo, com isso Pompéu se tornou condescendente com o crime, o resultado é esse ai, a criminalidade saiu do controle e a energia agora para domina-la será muito maior do que seria para preveni-la. O povo de Pompéu precisa saber excluir na hora do voto estes políticos que vivem passando a mão na cabeça de bandido" afirmou o Vereador Experidião.
Que o programa Tolerância Zero produza o resultado esperado.
O certo é que a população já não está tendo mais tolerância com nossas autoridades. nem tolera mais ver o sangue dos pompeanos correndo sobre o asfalto das nossas praças públicas.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Cidade onde as leis não pegam: centenas de crianças são vistas nas madrugadas em Pompéu principalmente na Praça Carlos Eloi, no centro da cidade.

No dia(16/09) do homicídio ocorrido na Praça Levi Campos que vitimou André Faria de Campos, exatamente as 22 horas e dois minutos, o local estava repleto de crianças.
Mais uma norma que fica só no papel.
Veja o vídeo abaixo.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Mais uma execução em praça publica em Pompéu.


Noite de quinta feira, praça Levi Campos, centro da cidade de Pompéu, mais uma execução covarde ecoou juntos dos estampidos dos tiros disparados na noite fria. A exatos 21 dias outra Evandro Machado era executado sem chances de defesa, na noite desta quinta mais um pompeano tombou crivado de balas. A vítima da vez foi André Faria de Campos de trinta anos. André era muito conhecido na cidade e tinha o apelido de Cabeção. Ele conversava com um amigo por volta da 22 horas em uma pracinha movimentada da cidade quando três homens se aproximaram em um carro e efetuaram diversos disparos contra André, que não teve a menor condição de se defender. A vítima chegou a ser atendida por um médico que estava no local mas não resistiu e morreu ali mesmo.

O Perito Experidião Porto, que mora ao lado do local onde ocorreu o homicídio, mesmo não estando de plantão realizou os exames. O corpo foi levado para Bom despacho onde será realizada a necrópsia.
A população de Pompéu está em pânico, e muita gente já fala em mudar da cidade. O movimento nas praças públicas diminuiu muito, afinal frequenta-las se tronou atividade de risco.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

PMs confundem colega com assaltante e matam policial no Rio

Um policial militar à paisana foi morto por engano por PMs do 25º Batalhão (Cabo Frio), na tarde desta terça-feira, no bairro do Braga, em Cabo Frio (RJ).

O soldado Márcio Henrique de Freitas Teixeira, 22, que trabalha numa UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) de Copacabana, zona sul do Rio, foi confundido com um assaltante depois de trocar tiros com uma suspeita de praticar roubos no local.

Segundo a PM, ele estava prendendo a mulher quando os policiais militares deram voz de prisão.

Teixeira, assustado, teve uma reação brusca e foi baleado pelos PMs que o abordaram.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Homem é executado em uma cidade, se fosse em Pompéu seriam motoqueiros os autores.

Quase trinta dias se passaram e até agora nada foi apurado no homicídio de Evandro Machado, executores desafiam a policia que continua assistindo passivamente contraventores ocupar toda a cidade. O CONSEP da cidade que recebeu mais de 50 mil de dinheiro de impostos pagos pelo povo de Pompéu parece estar de braços cruzados. Uma das ações do CONSEP foi doar uma câmera para a Policia Militar que tem como missão constitucional a prevenção do crime. É difícil imaginar para que esta câmera seria util, mas recentemente era pode ser usada para registrar uma festa de aniversário de filhos dos policiais. A Guarda Municipal foi extinta de forma irresponsável pelo ex prefeito e até agora com quase dois anos de governo, nenhuma sinalização de seu retorno. Até o pacato distrito de Silva Campos se tornou alvo de bandidos.
Na jogatina que se tornou Pompéu, uma aposta se tornou especialmente fúnebre, um bolo de apostas para ver quem acertará a próxima vitima.
Enquanto isso a PM foi equipada pelo CONSEP, pelo menos para filmar os aniversários dos meninos.
Que Deus nos proteja.

domingo, 12 de setembro de 2010

Santo Antônio do Monte: a capital brasileira do foguete e do galo de briga.




Rinha de galo acaba com 98 detidos em Santo Antônio do Monte

Por meio de uma denúncia anônima a polícia ambiental de Santo Antônio do Monte, região centro-oeste de Minas, prendeu noventa e duas pessoas e apreendeu seis adolescentes em uma rinha galo na tarde desse sábado, 11. Segundo a polícia criadores e apostadores estavam no local para assistir à competição e fazer apostas. A rinha teria sido combinada pela internet.

No local foram encontradas 169 aves. Segundo a polícia os criadores e apostadores eram de São Paulo, Bahia e Minas Gerais e o organizador da rinha seria um ex-policial militar. Ainda segundo a polícia uma moto zero quilômetro seria o prêmio para o dono do galo vencedor da disputa.

Os suspeitos foram ouvidos na delegacia da cidade e liberados em seguida. Eles deveram participar de uma audiência no fórum de Santo Antônio de Monte no próximo dia 27.

Vizinho expulsa família de casa usando gasolina e fogo.

Na foto, o quarto que foi perfurado, o buraco havia sido tampado pelo pai das adolecentes, por pouco uma tragédia.

Uma família inteira foi expulsa de sua própria casa no Bairro Frei Ambrósio, em Nova Serrana, Centro Oeste de Minas na manhã deste sábado (11). Seis pessoas, inclusive crianças, tiveram de sair as pressas de sua casa depois que um homem conhecido como Neguinho, que é vizinho da família, furou um buraco na parede do quarto onde dormiam duas adolescentes jogou gasolina pelo buraco e ateou fogo dentro do quarto. Por sorte, elas já tinham acordado e não foram atingidas pelas chamas que queimou moveis e roupas e parte da cama. O pai das meninas tentou apagar o fogo e sofreu queimaduras nos braços.

O homem foi preso em fragrante e levado para a Delegacia e autuado pelo Delegado José Márcio. Para surpresa de todos, no dia seguinte, Neguinho apareceu no local, e, segundo a família, ameaçõu a todos dizendo que iria queimar todos. Temendo o pior a família se mudou parta a casa da avó abandonando sua casa por medo de Neguinho.

A Pericia compareceu ao local e, segundo o Perito Experidião Porto pode ser constatado o crime "encontramos no local vestígios de gasolina, e a perfuração na parede que já havia sido reparada. Pelas proporções do incêndio acreditamos que se houvesse alguém na cama, com chamas de alta intensidade como as provocadas por um combustível pontente como a gasolina poderia ter ocorrido morte" afirmou o Perito.

Enquanto Neguinho estiver a soltas, a família de Dona Alexandra não terá tranquilidade e dormirá com o extintor de incêndios debaixo da cama.

11 de setembro de terror na 262 em Bom Despacho


Mais de cinco acidentes em 4 horas provocando mortos e feridos, isso só no entardecer deste sábado na Rodovia BR 262 entre as cidades de Bom despacho e Nova Serrana. A rodovia está em reforma e no trecho onde houve os acidentes, se encontra sem sinalização o que aumenta o risco conforme explica o Perito da Policia Civil Experidião Porto " a falta de sinalização sobre a pista de rolamento faz com que o condutor do veiculo que tem a visão ofuscada pelos faróis dos carros que vem em direção oposta a sua, perca a noção de espaço podendo fazer com que ele se desvie para a direita ou para a esquerda visto que ele perde a referencia com a pista sem faixas e totalmente preta, esta falta de sinalização certamente contribuiu para estes acidente que ocorreram no trecho da rodovia que ainda não recebeu a sinalização" afirmou o Perito.


Nas proximidades da faculdade UNIPAC em uma moto bateu na traseira de uma camionete que estava parada no acostamento e morreu no local, pouco afrente uma carreta saiu da pista e tombou.

Um motorista curioso que diminuiu a velocidade para olhar para o acidente teve a traseira de seu veículo atingida por outro que trafegava na mesma direção.
Na ponte próxima ao Café da Terra, um carro bateu na pilastra da ponte. Por sorte nos três últimos acidentes não houve nenhum caso de morte entre os ocupantes. Diversas pessoas ficaram feridas e foram levadas para os hospitais da região.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Posto Jalé na Rodovia 262 em Araujos pode entrar para o livro Guinnes dos recordes


O Posto de Combustíveis Jalé, situado na Rodovia BR 262 no município de Araújos poderá entrar para o livro Guinnes, aquele que registra os recordes mundiais. O posto já foi assaltado mais de vinte vezes, estão sendo feitos estudos para verificar se há outro posto que ultrapasse o Jalé em numero de ocorrências.
Os frentistas do local já se acostumaram em ficar sob a mira das armas dos assaltantes, porem na madrugada deste sábado o envolvimento de uma criança de 14 anos que trabalhava no local como borracheiro chamou a atenção. O menino foi obrigado sob a mira de um revolver e sob ameaças de morte, a buscar uma marreta no borracharia para que os assaltantes quebrassem o o vidro e pudessem entrar no local onde se encontrava o cofre. Depois de assaltar o local os bandidos prenderam os funcionários e o borracheiro mirim dentro do escritório. Este fato chama a atenção por dois aspectos, o primeiro é a constatação de que uma criança de apenas 14 anos estava trabalhando no local durante a madrugada. O menino permanecia no local remendando pneus de caminhão e sem nenhuma segurança.

A segunda é e leniência do proprietário do local, que parece não dar a a minima para o fato de seu estabelecimento ser constantemente assaltado e a vida de seus funcionários colocadas em risco. Segundo informações obtidas no local, o dono do estabelecimento seria um empresário da cidade Paulista de Mococa, que viria muito pouco ao local.
Até agora ninguém se feriu nos assaltos ao posto Jalé, mas se nada for feito, ninguém poderá´prever o que acontecerá.
A policia esteve no local, porem sem a cooperação do proprietário, ficará difícil para que ela faça o seu trabalho. Deste jeito, em breve teremos o posto de Jalé de Araújos no livro Guinnes neste triste recorde.

Na foto abaixo o menino borracheiro no local onde os ladrões quebraram o vidro para entra no estabelecimento.

Depois de 60 dias sem homicidios, Nova Serrana volta a ser a Nova Serrana de sempre.


Depois de uma trégua de mais de sessenta dias sem homicídios, ocorrem mais dois neste final de semana. Um homem morre depois de ser espancado pelo enteado.

No Córrego da Mina, Periferia da Cidade de Nova Serrana, Oeste de Minas, Leonardo Medina Fernandes, 2 anos que trabalhava em uma empresa da Cidade, foi executado com quatro tiros, sendo três no rosto.
O Perito Experidião Porto, que esteve no local e procedeu o levantamentos, acredita que Leonardo foi executado ali mesmo naquele local onde corre um pequeno riacho.
"Não havia marcas de que o corpo tenha sido removido, e pelo angulo dos tiros acreditamos que ele se seu ali mesmo naquele local" afirmou Porto.
O que é bom dura pouco, a paz durou 60 dias e agora parece que Nova Serrana voltou a ser a velha Nova Serra, com delegacia nova e tudo.

Na foto a equipe da Polícia Civil de Plantão no feriado realiza a Pericia e inicia as investigações.

Laudos da perícia apontam como pode ter sido o último dia de vida de Mércia Nakashima

Os resultados da perícia feita pela polícia paulista podem mostrar como foram os últimos momentos de vida da advogada Mércia Nakashima, morta no dia 23 de maio deste ano. Para a polícia, o ex-namorado da vítima, Mizael Bispo, é o principal suspeito do assassinato.

No final do mês, deverá fazer uma reconstituição do crime. O objetivo é mostrar como Mizael Bispo agiu na noite de 23 de maio. Com base na investigação, é possível traçar os últimos momentos que antecederam o assassinato da advogada.

Neste dia, o ex-policial militar teria convencido Mércia a sair com ele para um passeio. Ele já não namorava a advogada, mas eles ainda se encontravam. Mércia teria passado de carro no estacionamento do Hospital de Guarulhos, onde Mizael estacionou seu carro por volta das 20h.

De lá, eles teriam seguido por 40 km pela estrada que liga Guarulhos a Nazaré Paulista. Por livre vontade ou ameaçada por uma arma Mércia teria aceitado entrar com o carro na área da represa onde foi encontrada morta.


No final dessa descida, Mizael teria dado dois tiros em Mércia. Ela foi atingida no maxilar e no braço, de raspão, pela mesma bala. Os peritos dizem acreditar que a vítima tentou se proteger.

Neste momento, Mércia teria perdido os sentidos, mas continuou no volante do carro. Mizael então teria soltado o freio de mão e saído do veículo. A cena foi descrita por um pescador que estava do outro lado da represa.

Para facilitar a descida do carro em direção à represa, o suspeito teria empurrado o veículo, que afundou na água. Mizael teria então andado por uma trilha no lado esquerdo da represa. O segurança Evandro Bezerra da Silva, suspeito de ter ajudado o advogado, o estaria esperando no local.

Mizael sempre negou ter cometido o crime. Para a polícia, os indícios são suficientes. Mais de três meses após o assassinato, ele ainda é considerado o único suspeito.


Laudos apontaram que uma alga foi encontrada do sapato usado pelo suspeito no dia do crime. Para o delegado que investiga o caso, Antonio de Olim, este é o principal indicativo de que ele é o autor do crime.

As amostras orgânicas do material que foi retirado do calçado foram levadas para o Instituto de Botânica de São Paulo. Foi lá que o especialista em algas, Carlos Bicudo, identificou a planta encontrada no sapato de Mizael.

Para o botânico, trata-se de uma alga conhecida como quetófora, um micro-organismo que não é encontrado em poças d’água ou ruas de terra, mas mergulhadas em profundidades de até 40 cm de água. E só podem ser encontradas em algumas represas.

- Elas só vivem mergulhadas dentro d’água. Em geral, aderidas a algum tipo de substrato, de estrutura, que pode ser uma fibra vegetal, que pode ser uma pedra, pode ser uma botina velha uma lata de refrigerante.

Para a polícia, a alga foi parar no sapado de Mizael porque ele colocou os pés dentro da represa de Nazaré Paulista, onde o corpo de Mércia foi encontrado no dia 11 de junho. No local, também foi encontrado o carro da vítima.

O delegado Olim acredita que a alga vai condenar Mizael.

- Foi comprovado que ele entrou na água. Com certeza, na hora que ele empurrou o veículo, ele acabou entrando com os sapatos na água. Esse exame comprova que ele esteve lá.

As peritas encontram ainda manchas de sangue e até um pequeno pedaço de osso no couro do sapato. A quantidade, no entanto, não era suficiente para fazer um exame de DNA. Também não é possível afirmar se o sangue e o osso são de um ser humano.

Uma pequena quantidade de chumbo, elemento que costuma ficar na roupa de uma pessoa que dispara um tiro, também foi achada.

Partiu de Formiga golpe para derrubar Serra.



O analista tributário Gilberto Souza Amarante, que trabalha para Receita Federal no em Formiga, interior de Minas Gerais e acessou dez vezes os dados fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 2001.
De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Amarante é um dos 276 filiados do PT que votam na cidade de Arcos, vizinha ao município mineiro de Formiga, onde o analista acessou, no dia 3 de abril de 2009, o CPF de Eduardo Jorge dez vezes em menos de um minuto.

A identificação de Amarante foi feita pelo Estado com base no número do título de eleitor e do registro no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do analista tributário. A situação do registro de filiação de Amarante é classificada como "regular" pelo sistema do TSE. O servidor do Fisco vota na 18ª zona eleitoral, na seção 35, que fica na Casa de Cultura de Arcos.

A agência da Receita Federal responsável pela região do município de Arcos é sediada em Formiga e está subordinada à Delegacia de Divinópolis, a 124 quilômetros da capital Belo Horizonte (MG).

Eduardo Jorge, que tem domicílio fiscal no Rio de Janeiro, não tem negócios nem imóveis na cidade mineira de Formiga, o que reforça a suspeita de violação de seus dados pelo analista. Os acessos feitos a partir do computador no interior de Minas aconteceram seis meses antes do início da série de violações de sigilos fiscais de dirigentes tucanos e da filha do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra.

Os dados fiscais de Verônica foram obtidos pelo contador Antonio Carlos Atella Ferreira, que era filiado ao PT quando usou uma procuração forjada para acessar os dados da filha do ex-governador de São Paulo. O PT afirma que o pedido de filiação de Atella não foi concluído, mas o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmou o registro da filiação.

Os acessos aos dados de EJ pelo analista de Formiga foram identificados pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que à pedido da Receita fez uma "Apuração Especial", relacionando todas as consultas envolvendo o CPF do vice-presidente do PSDB no período entre 2 de janeiro e 19 de junho de 2009.

Todas as consultas feitas por Amarante aconteceram em questão de segundos. De acordo com o documento obtido pelo Estado, o primeiro acesso aos dados de Eduardo Jorge aconteceu às 16h32m18s. O último ocorreu às 16h32m59s. Todas as consultas foram feitas pelo mesmo usuário, a partir de um único computador.

Além de EJ e Verônica Serra, os sigilos fiscais de outros tucanos também já foram violados por servidores da Receita. No dia 8 de outubro do ano passado, os dados do economista Luiz Carlos Mendonça de Barros foram acessados, bem como os de Gregorio Marin Preciado (empresário casado com uma prima de Serra) e de Ricardo Sérgio, ex-diretor do Banco do Brasil no governo Fernando Henrique Cardoso.

sábado, 4 de setembro de 2010

Força tarefa limpa as ruas de Bom Despacho.



Uma operação desencadeada em Bom Despacho nesta sexta feira (3) tirou das ruas 26 suspeitos de furto roubo e tráfico de drogas. Denominada Operação Força Tarefa II, ela foi coordenada pelo delegado Regional Célio de Assis, Chefe da Delegacia Regional de Polícia de Bom Despacho e pelo comandante da 7ª CIA, na qual cumpriu-se 89 mandados de busca e apreensão.
A operação teve início às 6h, com o objetivo de prevenir e reprimir o tráfico de drogas, homicídios e crimes contra o patrimônio.
Participaram da operação 55 policiais civis e 233 policiais militares.
Foram utilizadas 25 viaturas da polícia civil e 50 viaturas da Polícia militar, tendo as equipes realizado por meio de uma ação integrada, o cumprimento dos mandados.
A operação tirou das ruas 26 suspeitos de crimes e foram apreendidas apreendidas 6 armas de fogo, 01 quilo de maconha, e 369 gramas de crack, aproximadamente 180 gramas de cocaína, 12 motocicletas, 01 veículo, 120 munições de arma de fogo, 01 balança de precisão, R$3500,00 (três mil e quinhentos reais) em dinheiro e vários produtos de furto, dentre eles 01 motor marca Yamaha de 08 cv.

Com os suspeitos foi encontrada também uma farda da Policia Militar que poderia ser usada em assaltos.
Segundo o Delegado Magno Cesar da Silva a policia já vinha monitorando os suspeitos a vários dias "a policia tinha conhecimento a ação destes meliantes mas esperou o momento certo para agir e apreender a maior quantidade de drogas possível levando o prejuízo também para que forneceu a droga para a nossa região que ficará sem recebe-la.

Eficiência da policia evidencia outro problema da cidade de Bom Despacho: a Cadeia lotada.

A atuação da Policia em Bom Despacho tem evidenciado um grande problema da cidade, a falta de local para colocar os presos. Recentemente uma rebelião de presos destruiu a cadeia da cidade restando apenas 4 celas. Os presos desta operação tivera de ser hospedados nas cadeias da cidades vizinhas devido a superlotação da cadeia de bom Despacho.
Depois de assumir a Delegacia Regional de Bom Despacho o Delegado Célio de Assis promoveu uma limpeza na cidade do ponto de vista criminal. Todos os homicídios ocorridos na cidade foram apurados, traficantes e ladrões foram presos. Com isso já não há local para acomodar tanta gente que abarrota as celas da cadeia local e de outras cidades. Um dos presos nesta operação resumiu de forma bem humorada o problema : "neste ritmo que a policia tá prendendo agente vão ter de alugar o estadio do Cristalino para nos colocar" afirmou o preso. Cristalino é um time de futebol da cidade que tem um estádio com capacidade para 10 mil pessoas. Bandido Bom-despachense corra que a polícia vem ai se não você vai acabar no estadio do Cristalino.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A solidão do Perito Caipira.


No calor de uma multidão em um estadio de futebol 22 homens trabalham para fazer com que uma bola vá ao gol do adversário, alguns jogadores ganham uma fortuna para ficar correndo atrás de uma bola por 90 minutos. No trabalho do Perito Criminal do interior isso também ocorre, porem, as avessas. Na delegacia regional de Bom despacho por exemplo, no vento frio de uma madrugada solitária, um Perito Criminal atende sozinho a 22 cidades simultaneamente no decorrer do seu plantão.
Solitário, as vezes desarmado, as vezes com um velho revolver calibre 38, o Perito de plantão conta muita das vezes com Deus e com a sorte.
O cenário é muito diferente do que é visto nos seriados americanos do tipo CSI.
E lá vai o Perito sentado ao volante do o UNO da Pericia por centenas e centenas de quilômetros por plantão.
Diferentemente da região metropolitana da capital onde as Seções são especializadas, o Perito Caipira atende a tudo que aparece, de homicídio a acidente de trânsito, de constatação de drogas a crime ambiental. Este profissional polivalente, tem ainda de ser digitador e secretário da seção de pericia, atendendo ao publico, pois não há no interior outros funcionários na seção alem dos Peritos.

Pássaro da noite

Noites sem dormir e distanciamento social são problemas enfrentados por muitos destes experts. "O pior são os homicídios envolvendo crianças, mão dá para não sentir aquela dor no coração" afirmou um dos peritos da regional de Bom despacho ao Blog. Sem equipamentos os Peritos tem de examinar os corpos em decomposição contado apenas com uma pomadinha de vic vaporube comprada por eles mesmos na farmácia da esquina e buzuntada sob as narinas.
Mesmo com um trabalho assim, que embrulharia o estomago de muitos, a maioria dos profissionais peritos gostam do que fazem. "Não gosto muito de fazer pericias corriqueiras do tipo avaliação, mas vibro quando nosso laudo é decisivo para colocar na cadeia um latrocida, agente acaba acostumando com a solidão e fica com o coração mais duro" afirma outro perito da regional.
Coração duro mas nem tanto, na semana passada o Perito Experidião Porto foi enviado para fazer uma pericia em um local de ligação clandestina de energia elétrica. Ao chegar ao local, um bairro pobre da Cidade de Bom despacho, Oeste de Minas, Porto se deparou com uma residencia paupérrima onde haviam 8 crianças pequenas. Ao avistar a viatura as crianças foram correndo e logo disseram ao Perito: "moço não prende a mamãe não era só ligou os fios por causa do Chiquinho" . Chiquinho era um dos filhos da dona da casa e portador de necessidades especiais. Ao entrar no local o Perito ficou com os olhos rasos de lagrimas. Porto voltou depois ao local com uma cesta de alimentos e uma quantia para que fosse paga a conta de energia elétrica.

Autonomia

A Pericia Mineira tem lutado muito por melhores recursos e pela autonomia plena, a sociedade não assiste o perito trabalhando como assiste o jogador de futebol, mas uma pericia forte e independente trará a população brasileira o que ela tanto anceia: uma capacidade maior da justiça prevalecer sobre a impunidade.
Quem viver verá.