Postagem em destaque

Polícia prende suspeito de ter matado Coronel e criança em Bom Despacho.

O jovem possui uma extensa ficha criminal e existe em seu desfavor um mandado de prisão preventiva. Publicado em 21/11/2017  Darlan Rod...

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Homens invadem fazenda e mantem família refém em Pompeu.


EM POMPEU FAMÍLIA FICA REFÉM DE  BANDIDOS EM FAZENDA, OS POLICIAIS MILITARES COMPARECERAM A FAZENDA MATO GROSSO NO DISTRITO DE SILVA CAMPOS, ONDE AS VITIMAS, RELATARAM QUE FORAM SURPREENDIDOS DENTRO DE SUA PROPRIEDADE, POR 3 INDIVÍDUOS ENCAPUZADOS E ARMADO DE PISTOLA, FACÃO E COM CORRENTES, AMARRANDO AS VITIMAS COM CORDAS E EM SEGUIDA  AGREDIRAM AMBOS COM CORONHADAS E CORRENTADAS NAS COSTAS E CABEÇA , O FATO OCORREU POR VOLTA DAS 20:30 HORAS DA DATA DE 29/11/12 SENDO QUE AS VITIMAS SÓ CONSEGUIRAM SE SOLTAREM DAS CORDAS 2 HORAS DEPOIS, OS POLICIAIS CIVIS FORAM AO LOCAL ONDE INICIARAM AS INVESTIGAÇÕES PARA APURAR A AUTORIA.


By: Elias Botelho.
Colaborador do Blog.

Em Martinho Campos agencia Lotérica e assaltada.

Mais uma casa lotérica foi assaltada, hoje pela manha uma casa lotérica foi assaltada em Martinho Campos,  onde os autores levaram certa quantia em dinheiro, as Policias Civil e Militar de Martinho Campos, Abaeté, Pompéu e Bom Despacho estão em rastreamento dos autores, logo mais traremos mais noticias sobre o desfecho deste assalto.

By: Elias Botelho.

Menores não podem mais ficar mais que 5 dias sobre custodia da Policia Civil em Nova Serrana.

Em Nova Serrana no centro de minas Policiais Civis ganharam na justiça, ação para não mais custodiar por mais de 5 dias o acautelamento de menores infratores em selas destinadas a receber presos em ocorrências até a lavratura do flagrante.

Veja a reportagem feita pela TVi, ao Delegado Dr. Rodrigo Noronha, titular da delegacia de Nova Serrana.  


By: Elias Botelho
Colaborador do Blog
Fonte: TVi.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

So faltava essa: Africanos prestam instrução de guerrilha ao PCC

Atenção, cuidado redobrado nas abordagens e incursões em locais confinados! Se a polícia saía no lucro por ter mais técnica, melhor instrução, embora encontrar-se dotada de pior aparato bélico, agora, o PCC, está contratando oficiais argelinos, nigerianos, haitianos… para dar instrução de guerrilha e de operacionalização de aparato bélico! Ou seja, a vagabundagem está sendo muito bem instruída por polpudos soldos, enquanto foder-nos-ei! Não bastassem alguns coxas com botulismo debandarem pra fraternidade criminosa, fornecendo dados privilegiados e correndo paripassu, agora fodeu de vez, virou questão de insegurança pública e de segurança nacional!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Jovens se envolvem em acidente e perdem vestibular em Bom Despacho


Ocorrência foi na BR-262, no Km 464.
As duas foram socorridas e não correm risco de morte.

Do G1 Triângulo Mineiro
Comente agora
Duas jovens, uma de 20 e outra de 22 anos, ficaram feridas em um acidente neste domingo (25), na BR-262, próximo a Bom Despacho, no Centro-Oeste do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) as vítimas estavam em uma moto, no Km 464, e bateram em um carro ao cruzar a pista para entrar em um posto.
Ainda segundo a polícia, as duas são de Perdigão, no Alto Paranaíba, e iam para Bom Despacho prestar vestibular. O rapaz que dirigia o carro saiu de Pitangui e também estava indo para Bom Despacho prestar vestibular. Ele não ficou ferido e as duas foram encaminhadas ao Pronto Socorro de Nova Serrana, com lesões graves, e não correm risco de morte.

Policia Civil prende quadrilha que furtava casas em Pompéu

Hino Polícia Civil de Minas Gerais /Vídeo



Policia Civil mineira quer mudança na lei que rege seu funcionamento.


Comissão interclassial (perito, escrivão, investigador, delegado, administrativoformada no SINDPOL/MG realiza 2º dia de análise, sugestões e alterações ao texto do PL 23/2012


Conforme deliberação da instancia deliberativa do SINDPOL/MG na ultima sexta-feira, os doze membros da comissão eleitos, se estão reunidos nesta manhã na sala de reuniões da sede do SINDPOL/MG para detida análise do texto enviado pela Seds e se proporem alterações que visem otimizarem este texto substitutivo. A base destas sugestões vem do projeto substitutivo elaborado pelas entidades no início deste ano, bem como e-mails e correspondências enviados por filiados de todo o Estado.
Notícias da Lei Orgânica: Comissão interclassial (perito, escrivão, investigador, delegado, administrativo) formada no SINDPOL/MG realiza 2º dia de análise, sugestões e alterações ao texto do PL 23/2012.Os líderes classistas esperam a conclusão dos trabalhos para o competente envio ao Secretário Rômulo Ferraz, que se dará na quarta-feira (28). A expectativa é de que este texto final retorne à Assembleia Legislativa de Minas no começo do mês de dezembro para apreciação e votação dos parlamentares. Para os dirigentes, é de fundamental importância que este projeto seja aprovado juntamente com o projeto que prevê benefícios e promoções para os policiais militares; esta estratégica, também parece ser o intento do governo do estado para não se ocorrer distorções e discrepâncias no tratamento da política de integração.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Secretário de Segurança aposta em integração de polícias para combater violência


O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, aposta na integração entre as polícias Civil, Militar e Técnico-Científica para combater a onda de violência que atinge a capital e a região metropolitana. Neste fim de semana, 22 pessoas foram mortas na Grande São Paulo entre a noite de sexta (23) e madrugada desta segunda-feira (26). Em entrevista ao SPTV, Grella adiantou que terá reuniões diárias em seu gabinete com os chefes das três polícias do estado.
“A sociedade espera uma polícia que aja conjuntamente, uma união de esforços para que as informações não se percam e para que tenhamos bons resultados”, disse Grella. Nesta segunda-feira, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) anunciou a troca de comandos das polícias Civil e Militar. O novo delegado-geral da Polícia Civil será Luiz Mauricio Blazeck, que assumirá o posto no lugar de Marcos Carneiro Lima. Já o novo comandante-geral da Polícia Militar será Benedito Roberto Meira, que entrará no lugar de Ro
berval França.
Grella adiantou que o serviço de inteligência será reformulado e que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga todos os casos de morte ocorridos, será reforçado. “Pedimos ao novo delegado-geral que viabilize a força necessária para esse departamento”, afirmou o secretário.
Segundo ele, já foi pedido que as investigações dessas mortes sejam agilizadas, incluindo aquelas em que policiais militares são suspeitos de extermínio. “Nenhuma morte ficará sem esclarecimento”, garantiu. Grella lembrou que o sucesso das apurações depende da rapidez com que a Polícia Técnico-Científica chega ao local do crime – isso deverá ser priorizado por sua gestão à frente da SSP.
Em relação à PM, Grella informou que o novo comandante da corporação deverá colocar mais policiais nas ruas. "Vamos trabalhar também o fortalecimento dos comandos das polícias, especialmente da PM, para que o comandante possa colocar mais policiais na rua de maneira organizada, obediente e que atue com inteligência. Isso é fundamental nas próximas horas para começarmos a reverter esse processo que aí está".
“[O meu compromisso como secretário é] trabalhar muito e intensamente para fazermos que São Paulo retorne aos índices [de criminalidade] de meses atrás, índices históricos, frutos de uma política de segurança responsável que vem sendo praticada nos últimos anos”, afirmou Grella. Segundo ele, o estado passa por um momento “desfavorável”.


Para população, Policial que mata bandido não deve receber punição


MARIO CESAR CARVALHO DE SÃO PAULO
O policial que participasse de um grupo de extermínio fora do horário de trabalho não deveria ser punido se matasse um criminoso para 43% dos paulistanos.
A revelação faz parte da pesquisa Datafolha que retrata o estado da população da capital após a onda de violência que começou em junho e se intensificou em outubro.
O percentual que defende a prisão desse policial é ligeiramente inferior em relação aos que defendem a impunidade -40%. Para 11%, ele deveria ser expulso da polícia, mas não preso.
O levantamento, feito na última quinta-feira, ouviu 1.082 paulistanos.
O medo de andar à noite nas ruas de São Paulo mais do que dobrou em cerca de três meses.
Na última quinta-feira, 61% diziam se sentir muito inseguros com caminhadas noturnas no bairro onde moram. Na pesquisa DNA Paulistano 2012, finalizada em agosto, o índice era de 26%. Em 2008, também de acordo com a pesquisa DNA, era de 20%.
Só 11% dos paulistanos afirmam se sentir muito seguros ao andar à noite. Em 2012 e 2008, esse índice era o dobro do atual (19% e 21%, respectivamente).
A zona norte de São Paulo, palco de ataques, é considerada insegura por 83% dos paulistanos -um aumento de 34 pontos percentuais em relação à pesquisa DNA 2012, concluída em agosto.
O índice é superior aos das zonas leste e sul, mais violentas do que a região norte. A leste e a sul são apontadas como inseguras por 82% e 72%.
O centro é considerado inseguro por 75%. A zona oeste, uma das áreas menos violentas da cidade, é tida como insegura por 71%.
Notícias de toques de recolher já foram ouvidas por 44% dos paulistanos. Na zona norte, esse índice chega a 54%.
A fonte da onda de violência são as facções criminosas ou bandidos, segundo 34% dos paulistanos.
Para 17%, trata-se de um acerto de contas entre criminosos e polícia. Só 5% consideram que o PCC (Primeiro Comando da Capital) dirige os ataques.
O percentual é idêntico ao dos que dizem que os homicídios decorrem de vingança de criminosos por causa da morte de membros do PCC.
Para 18%, foi o governo que motivou os ataques por desleixo ou falta de controle. Os mesmos 18% põem a culpa na falta de estrutura policial, baixos salários ou ausência de um planejamento estratégico por parte da polícia.
A corrupção policial em geral é apontada como o principal motivo dos ataques para 18% dos paulistanos.

domingo, 25 de novembro de 2012

Time do Nacional vai embora depois da derrota do Prefeito de Nova Serrana.

                   

Atirador mata prefeito e a primeira-dama na Bahia.


Crimes ocorreram entre 9h e 9h30 deste sábado no sudoeste da Bahia.
Atirador baleou ainda dois PMs e um mototaxista. Ele morreu no confronto.

Prosópio - prefeito de Jussipe Bahia (Foto: Will Assunção/Jussi Up Press)Prefeito foi alvo de atentado na região da Chapada Diamantina (Foto: Will Assunção/Mural de Notícias)
O prefeito reeleito de Jussiape, Procópio Alencar (PDT), e a primeira-dama da cidade, Jandira Oliveira Alencar, foram assassinados na manhã deste sábado (24). O delegado Edson Santos de Souza, da cidade vizinha de Livramento de Nossa Senhora, afirmou que o prefeito foi morto em seu consultório médico. A esposa passava pela rua, perto do consultório, quando também foi alvo de tiros.
O gerente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Ordelange Novaes, de 46 anos, foi baleado e socorrido, mas morreu a caminho do Hospital Municipal de Livramento de Nossa Senhora.
O autor do crime, identificado pela polícia como Claudionor Galvão de Oliveira, morreu em confronto com o outro policial da cidade, que também saiu ferido. O autor estava com duas armas - revólver calibre 38 e espingarda de cartucho, além de muitas munições, e era dono de um quiosque no centro da cidade, segundo informações da polícia.


Durante a ação, o atirador ainda rendeu um mototaxista e o fez de escudo humano. O refém foi ferido no confronto do atirador com a polícia.
Os dois policiais militares que participaram da troca de tiros ficaram feridos, um deles em estado grave, por conta de uma bala alojada na cabeça. Ele foi encaminhado para o Instituto Brandão de Reabilitação, de acordo com a Polícia Militar por uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) da corporação. O outro PM recebeu um tiro na perna, mas passa bem.
Os crimes aconteceram entre as 9h e as 9h30 deste sábado. Os corpos das vítimas foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Brumado. O velório começa na manhã de domingo (25) na casa das vítimas. O enterro está marcado para as 15h.
Investigação
O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o delegado-chefe da Polícia Civil, Hélio Jorge, e o comandante-geral da Polícia Militar, Alfredo Castro, estão na cidade acompanhando de perto a apuração junto aos delegados regionais. A motivação do crime ainda não foi confirmada. A família do prefeito acredita que há relação política.
Procópio Alencar (PDT) foi reeleito com 58% dos votos nas eleições de outubro. Ele ocupou cargo de vice-prefeito na gestão de Wagner Freitas (PTB), que foi cassado pela Câmara Municipal no ano de 2010. A vítima disputou a eleição deste ano contra a esposa de Wagner Freitas, Vânia Dulce (PMDB).

Policia limpa as ruas de Bom Despacho.

Policiais Militares do 7º Batalhão, em parceria com a Polícia Civil, Ministério Público e o Poder Judiciário realizaram em Bom Despacho a operação “Força Tarefa de Proteção à Vida”. Foram cumpridos vários mandados de buscas e apreensões, tanto na área urbana quanto na área rural. O objetivo desta operação foi intensificar as atividades de prevenção, bem como reprimir, de forma pontual, o cometimento de crimes, em especial, os crimes de homicídios, tráficos de drogas e posse irregular de armas de fogo. A operação teve como meta proporcionar maior segurança aos moradores de Bom Despacho. Foi apreendido aproximadamente trezentos gramas de maconha prensada, meio quilo de cocaína, uma espingarda, uma re
plica de pistola, várias peças de roupas de procedência duvidosa, várias sacolas para embalagens de drogas, uma balança de precisão, sementes de maconha e cerca de R$1.000,00 (um mil reais em dinheiro). Um carro e um menor foram apreendidos, além de cinco pessoas presas.

Segundo informações, em Nova Serrana também foi realizada essa operação. Três pessoas foram presas e cerca de doze pedras de crack, além de quatro tabletes de maconha foram apreendidos aqui em Nova Serrana (porém não temos fotos de Nova Serrana).

sábado, 24 de novembro de 2012

Policiais executados nos ataques em SP tiveram suas fichas criminais pesquisadas horas antes de serem mortos.

Mauricio Blazeck chefiará Polícia Civil em SP, e Benedito Meira, a PM

Com a mudança, deixarão o cargo o  comandante-geral da PM, Roberval França, e o delegado-geral Marcos Carneiro de Lima. As alterações na cúpula da Segurança são as primeiras anunciadas na gestão de Grella.

Benedito Meira ocupa atualmente o cargo de secretário-chefe da Casa Militar. Blazeck é o atual delegado Divisionário da Assistência Policial.
Os responsáveis pelo comando das polícias Civil e Militar de São Paulo serão substituídos. A decisão foi tomada um dia após a posse do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella, que assumiu a pasta na quinta-feira (22). O novo delegado-geral da Polícia Civil será Luiz Mauricio Blazeck, enquanto o comandante-geral da Polícia Militar será Benedito Roberto Meira.
A mudança deve ser anunciada na segunda-feira (26), conforme informou Renata Lo Prete no Jornal das Dez, da Globo News.


Cargo à disposição
O delegado-geral Marcos Carneiro de Lima já havia anunciado na quinta-feira (22) que entregaria o comando da Delegacia-Geral de Polícia (DGP) em consideração ao então secretário da Segurança Pública (SSP), Antonio Ferreira Pinto, que o havia convidado para a função.
A saída de Carneiro foi confirmada um dia depois de ele também ter dito que parte das vítimas executadas nos ataques no estado tiveram suas fichas criminais pesquisadas horas antes de serem mortas. Policiais militares são investigados por suspeita de pertencerem a grupos de extermínio de criminosos. Uma facção criminosa ordenou os assassinatos de policiais em agosto. Desde então, os PMs estariam montando milícias para matar bandidos como forma de vingar a morte dos colegas de farda.

Quando foi empossado no Palácio dos Bandeirantes, o secretário da Segurança havia dito que iria discutir eventuais mudanças nos setores responsáveis pela segurança no estado.

Outra secretaria importante que estaria sendo avaliada é a da Administração Penitenciária, comandada por Lourival Gomes. A diferença é que uma mudança na pasta teria de ser feita pelo governo.

A permanência do diretor da Polícia Técnico-Científica, Celso Perioli, também foi questionada por pessoas ligadas à cúpula da Segurança.

Peritos afirmam que nova Lei Orgânica da PC trará retrocesso para a sociedade mineira.


Novo texto não contempla as reivindicações da classe da Polícia Técnico-Científica

Retrocesso ao invés de um avanço esperado. Estas foram as palavras do nosso presidente Wilton Ribeiro de Sales, durante a reunião de hoje, 23/11/2012, com o subsecretário de Promoção da Qualidade e Integração do Sistema de Defesa Social, Dr. Robson Lucas da Silva. Além do presidente do Sindpecri, estiveram presentes o presidente da Acemg e AMML, respectivamente, Walney José de Almeida e Dr. Calil Fuad Nicolau Curi.

Já em posse do novo texto, nossos representantes questionaram que o documento nada contempla as solicitações enviadas pelas Entidades durante os diversos debates e negociações nos últimos meses. Entre os itens reivindicados, destaca-se: a subordinação dos peritos criminais à Superintendência da Polícia Técnico-Científica. No novo documento, a subordinação vai à contramão as Leis:Federal 12.030/2009 e Estadual 18.682/2009. Ademais, nossos dirigentes reiteraram outras propostas enviadas para o texto, especialmente, a que se refere à presença de um perito e médico legista na Corregedoria, que participarão dos procedimentos e atos administrativos que envolvam profissionais dessas classes; também  a não subordinação hierárquica, administrativa  entre as carreiras, que compõem a Perícia Oficial Criminal e as demais carreiras da Polícia Civil; e, ainda, o percentual de 20% dos recursos destinados à Polícia Civil
.
Dr. Robson explicou que o secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, pediu que ele recebesse todas as entidades e suas reivindicações. Em posse do novo documento, os representantes da Polícia Técnico-Científica - SINDPECRI, ACEMG e AMML - enviarão as contestações na próxima semana, até 28/11/2012.  As ponderações, segundo Dr. Robson, serão avaliadas e encaminhadas ao secretário.
Sindpecri em Alerta!

Caso seja aprovada como está lei poderá sucatear a pericia mineira.
Destaca-se ainda que a proposta de substitutivo deve ser analisada, minuciosamente,  pelas entidades legítimas representativas dos Peritos Oficiais, uma vez que em sua totalidade os artigos estão conflitantes às reivindicações, não apenas o artigo 62°. Este, por sua vez, foi reescrito (depois que o Sindpecri, Acemg e AMML advertiram Dr. Cylton, em reunião, da mudança  dos artigos do PLC 23/2012)  e, posteriormente, aprovado pelo Conselho Superior de Polícia - sem participação e apreciação das referidas entidades, estando o mesmo insuficiente aos anseios das categorias.

O Sindpecri, a Acemg e AMML são as entidades legítimas para tratar de assuntos inerentes à classe dos Peritos Oficiais, não sendo dado por estas, nenhuma procuração à outra entidade para representá-las, buscando a qualquer momento medidas jurídicas no caso de usurpação de representatividade sindical.
Governo garante que não haverá retrocesso no texto da nova Lei Orgânica

 Também em reunião nessa quinta-feira, 22/11/2012, com a Dra. Maria Coeli Simões Pires, secretária de governo, Dr. Denilson Feitosa Pacheco, secretário-adjunto de Defesa Social e assessores, a cúpula do governo foi taxativa e diz que o governo não aceitará retrocessos no novo projeto de Lei Orgânica.


Conselho Deliberativo do SINDPOL/MG se reúne e delibera pela formação de comissão composta com membros de todos os cargos policiais e administrativos para análise do texto e propositura de sugestões para o seu aprimoramento



Conforme prévia convocação, o Conselho deliberativo Recursal do SINDPOL/MG, a mais ampla instância administrativa interna do sindicato, se reuniu nesta sexta-feira (23) com a finalidade de apreciar e deliberar sobre alterações e aprimoramento ao texto substitutivo da LOPC enviado pelo governo. Esta reunião, que foi ampliada com a participação de filiados que acompanharam tudo o que ali foi debatido. 
20121123_113604.jpg20121123_113507.jpgOs dirigentes entenderam que o referido projeto, nesta nova versão trazida da Seds,  traz sim alguns avanços porém não atendeu no cerne dos pontos principais reivindicados pelo SINDPOL/MG que são: a promoção por tempo de serviço aos cinco anos, cargo de inspetor e subinspetor, fixação de limites de 1/3 entre o maior e o menor vencimento básico, dentre outros quesitos. Os dirigentes também detectaram muitos pontos de divergência e de quebra de isonomia de tratamento entre as classes e principalmente o retrocesso de se permitir a assunção de cargos de chefia e em comissão por servidores que tenham mais de 35 anos de serviços prestados, ou seja, quem está no poder quem continuar “mandando” até os 70 anos (tempo de aposentadoria compulsória). A diretoria do SINDPOL/MG entendeu, por unanimidade que, se esta medida que hoje é praticada, for suprimida, os eventuais benefícios vindouros com a nova lei não alcançarão os novatos, o que não proporciona a tão necessária e salutar renovação dos quadros profissionais da instituição. Esta comissão co,posta por 12 membros dos cargos de escrivão, investigador, delegado, administrativo, perito e médico legista se reunirá novamente na próxima segunda e terça feira para dar continuidade ao trabalho com o compromisso e analisar todas as sugestões enviadas ao SINDPOL/MG através dos canais de comunicação (e-mail, fax, correspondência ou manifestação direta), para compilá-los e encaminhá-los à Seds no dia 28, conforme solicitado pela Secretaria.
O SINDPOL/MG no fiel compromisso de esgotar toda a instancia de negociação pela via do diálogo e do debate franco e democrático de sua representação classista junto ao governo e sociedade conclama a toda a base que representa para contribuir com sugestões no sentido aprimorar e enriquecer este texto, que deverá acolher a pauta de reivindicação que vem sendo negociada desde a greve do ano passado.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

A cena do crime fala quem é o autor diz curso de pericia.

Imagem Ilustrativa
Quando especialistas em segurança pública afirmam que a cena do crime fala, muito se deve ao trabalho realizado pelos peritos criminais no local do delito, quando eles recolhem vestígios que após analisados podem se transformar em provas técnicas. Para melhorar a atuação desses profissionais em locais de crime, trinta e sete peritos do Instituto de Criminalística de Alagoas iniciam na tarde de hoje, 22, um curso de atualização profissional em coleta de materiais biológicos na cena de crime.
Segundo o Diretor do IC, José Veras, que também participará do treinamento a ação é parte integrante do contrato assinado em outubro deste ano entre a Perícia Oficial e a Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes). Ele esclareceu que os peritos irão passar por um processo de qualificação na padronização de procedimentos de coleta, acondicionamento e encaminhamento de amostras biológicas para exames de DNA.
“Iremos aprimorar e conhecer novas técnicas de coleta de vestígios que envolvem as substâncias orgânicas para exame de DNA. Também iremos estudar as mais variadas formas que esse tipo de material se apresenta e como será realizada a sua extração do local do crime sem perda de qualidade para o exame no laboratório”, afirmou Veras.
Banco de dados de pessoas desaparecidas
Para a perita criminal Rosana Coutinho Freire Silva, gestora do contrato que permitiu o treinamento, além da importância em requalificar os peritos criminais, o novo acordo entre o IC e a Fundepes prevê a alimentação do banco de dados do laboratório da Ufal. O convênio antigo permitia apenas que o laboratório fizesse casos fechados, quando existia material questionado como partes de corpos, ou ossadas, e o material referência de familiares de uma pessoa desaparecida ou de um suspeito de estupro.
“Agora ficou definido que mesmo não havendo material referência de um suspeito para o confronto durante exame de DNA, será traçado o perfil genético do material questionado encontrado pelos peritos que ficará no banco de dados do laboratório para futuros confrontos”, disse a bióloga.
Rosana ainda explicou que essa metodologia é muito mais eficaz porque ao invés de se confrontar o material questionado com um único material referência, ele será confrontado com todos os perfis arquivados no banco de DNA. Com a aplicação dessa técnica haverá uma probabilidade maior de comprovar, por exemplo, a identificação de uma ossada encontrada com identidade não informada.
As aulas serão realizadas no Laboratório de DNA Forense da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e o treinamento será conduzido pelo Dr. Luiz Antônio Ferreira da Silva chefe da unidade. Para atender a todos os peritos e não atrapalhar as atividades do órgão, o treinamento foi dividido em duas partes, uma hoje e outra na próxima quinta-feira, dia 27. Sete peritos da Força Nacional também participaram do curso.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Acidente na BR-262 próximo ao trevo de acesso a Córrego D'anta.


 

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente envolvendo um carro e uma carreta nesta quarta as 7 horas da manha(21), na BR-262, próximo ao trevo de acesso a Córrego D'anta, no Centro-Oeste do estado.
O motorista de um do carro morreu na hora e ficou preso às ferragens, foi retirado e levado ao IML de Bom Despacho. O trânsito no local ficou interrompido por cerca de três horas. 


Veja o video

Aqui não: membro do PCC vai para o xilindró em Minas


FOTO: JOÃO LÊUS
Suspeito foi detido após abordagem policial em veículo estacionado sobre calçada
Um homem preso, na tarde de ontem, é suspeito de pertencer a uma facção criminosa paulista e de estar orquestrando um ataque à Polícia Militar (PM) em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a polícia, durante a prisão, Juliano Gomes dos Reis, 31, que ainda é acusado de comandar o tráfico de drogas no bairro Amazonas, também em Betim, disse que ele e alguns comparsas estariam estudando um ataque a policiais da cidade. "Ele não deu mais detalhes de como ocorreria a ação nem sobre quais seriam os outros envolvidos", disse o sargento Ribeiro.

Os policiais chegaram a Reis durante um patrulhamento de rotina. "O que nos chamou a atenção, primeiro, foi o fato de ele ter estacionado mal o veículo, sobre a calçada. Também dava para ver vários objetos e eletrodomésticos no carro, o que nos pareceu suspeito. Por isso, resolvemos conferir a placa no sistema e descobrimos que o veículo já tinha sido usado em outros crimes. Então, fizemos a abordagem. Ele tentou fugir", afirmou o cabo Dias.

Conforme O TEMPO mostrou nas edições de domingo e segunda-feira, uma ameaça de ataques da organização criminosa paulista em Minas Gerais colocou as polícias Militar e Civil em estado de alerta nos últimos dias. Uma ligação entre membros da organização teria sido interceptada num presídio no Triângulo Mineiro. Segundo a PM, Reis, suspeito de integrar a facção, tem várias passagens pela polícia.
ALERTA. No último fim de semana, após o alerta, policiais militares e civis saíram de quartéis e delegacias com armamento pesado. De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, unidades policiais das cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem e Ribeirão das Neves estariam na mira dos bandidos paulistas.

Uma lista com mais de 20 nomes de policiais marcados para morrer teria sido feita pelos integrantes da facção. Três veículos - uma caminhonete Hilux e um Audi e um Gol - estariam sendo usados para fotografar policiais, delegacias e batalhões que seriam alvo dos integrantes da facção.