Postagem em destaque

Palhaços armados aterrorizam Santo Antonio do Monte.

A Polícia Militar (PM) está à procura de uma quadrilha de assaltantes fortemente armada, que agiu na tarde desta sexta-feira (23) em ...

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Protestos contra violência marcam enterro de vereador assassinado em Araújos


Cerca de 1 mil manifestantes pediram justiça em Araújos, segundo a PM.
Vicente Rodrigues Coelho foi morto com tiro na cabeça nesta quinta (25).

Ricardo WelbertDo G1 Centro-Oeste de Minas
Manifestantes carregam faixa contra violência em morte de vereador em Araújos (Foto: Marcelo Lages/G1)Manifestantes carregam faixa contra violência após morte de vereador em Araújos (Foto: Marcelo Lages/G1)
Protestos contra a violência marcaram o enterro do vereador Vicente Rodrigues Coelho, de 57 anos, em Araújos. De acordo com a Polícia Militar (PM), cerca de mil manifestantes acompanharam o velório e o cortejo rumo ao Cemitério Municipal durante a tarde desta sexta-feira (26). "Vicente Cabeleireiro", como era conhecido, foi morto com um tiro na cabeça na noite de quinta-feira (25).
Muitas pessoas seguravam balões e faixas com frases que versavam sobre a necessidade de mais segurança para a população. Outras pediam por justiça. Vários manifestantes também seguravam balões brancos, em sinal de paz.
Vicente Cabeleireiro, vereador de Araújos (Foto: TSE/Divulgação)'Vicente Cabeleireiro' exercia primeiro mandato
em Araújos (Foto: TSE/Divulgação)
A PM afirma que nenhum suspeito do crime foi preso ainda. A Polícia Civil não fornece muitas informações sobre a investigação do caso, mas destaca que a principal hipótese é de que o crime tenha sido cometido por duas mulheres e dois homens. Não é descartada a hipótese de latrocínio, que é roubo seguido por morte.
Crime comoveu conterrâneos
O vereador foi baleado na cabeça dentro do salão de beleza que funcionava na casa dele. Segundo uma amiga da vítima, essa não foi a primeira vez em que o vereador foi alvo de criminosos. Em seu primeiro mandato, Vicente lutava na Câmara contra a violência no Município. "Era um vereador atuante que sempre esteve preocupado com a criminalidade na cidade. Discutia sobre os assaltos e roubos e sempre batia nessa tecla", destacou o presidente da Câmara, Leandro Cabral.
Vizinhos ao estabelecimento disseram a militares que escutaram uma discussão dentro do local. "Havia vozes de mulheres e de homens. Depois, possivelmente, os suspeitos fugiram a pé", disse Wagner Vieira.
Ainda segundo o militar, o conteúdo de um cofre que havia no quarto de Vicente foi roubado. "Trabalhamos com essa hipótese, até porque a casa estava revirada. A vítima pode ter sido rendida no salão e levada para dentro da casa, onde foi morta no quarto", disse o policial.
A vítima pode ter sido rendida no salão e levada para dentro da casa, onde foi morta no quarto.
Wagner Vieira,
sargento
Peritos da Polícia Civil estiveram no local do crime. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico legal  (IML) de Nova Serrana para ser examinado e levado de volta aAraújos por volta das 13h, para o velório no Salão dos Vicentinos.
Mobilização
"Vicente Cabeleireiro" nasceu em Araújos. Era vereador eleito pelo PSDB. Além de exercer o cargo público, era conhecido também como barbeiro. "Na política ou sem ser na política ele era uma pessoa boa, de coração bom. Já havia sido assaltado uma vez e saiu bem. Agora acontece isso. Um cara bom morre trabalhando honestamente. Estamos todos abalados", desabafou a amiga Marília Silva.
"Ele era uma pessoa maravilhosa. Muito boa pessoa. Não merecia ser vítima de uma causa pela qual lutava tanto. Todos na cidade gostavam muito dele, pois não fazia mal a ninguém. Sem dúvida era muito querido", disse a motorista Juliana Camargos.
Abalado com a situação, Osvaldo Elias Rodrigues, irmão da vítima, pede por justiça. "Vamos querer justiça. Se é que tem isso no Brasil ainda", finalizou.
  •  
Manifestantes carregam faixa contra violência em morte de vereador em Araújos (Foto: Marcelo Lages/G1)Protestos por justiça e segurança marcaram enterro de vereador morto em Araújos (Foto: Marcelo Lages/G1)

Polícia cumpre mandados durante operação em Lagoa da Prata




Ação visa combater o tráfico de drogas na região. 
Balanço final da operação 'Mentor' será apresentado nesta sexta-feira (26).

Do G1 Centro-Oeste de Minas
A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, na manhã desta sexta-feira (26), em Lagoa da Prata, a operação “Mentor”, que visa combater o tráfico de drogas na região. Foram cumpridos 23 mandados de prisão. Das prisões, três são preventivas e as outras 20 temporárias. A polícia cumpriu, ainda, 25 mandados de busca e apreensão.
A operação contou com a participação de 40 policiais civis de todo o 7º Departamento de Divinópolis e 40 policiais militares. Foram empenhadas 25 viaturas, com apoio do Núcleo de Operações Aéreas da Polícia Civil (NOA).
O resultado completo da operação será apresentado na tarde desta sexta-feira (26), em coletiva de imprensa com o delegado Leonardo Dias Borges.

tópicos:
veja também
1
 
COMENTÁRIO
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
RECENTES
POPULARES
  • Hugo Pereira
    HÁ UM DIA
    Uhuuuu limpando a cidade!!!