Postagem em destaque

Família tem casa queimada e o sonho destruído pelo fogo em Bom Despacho.

Ajude a reconstruir este sonho. Veja o vídeo clicando acima: Um incêndio queimou uma casa e destruiu os sonhos de uma família no Bairr...

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Obras na BR-352 entre Abaeté e Pará de Minas começam nos próximos dias, afirmou o Deputado Jaiminho Martins.


CENTRO-OESTE - MG

Recentemente foi realizada uma manifestação solicitando melhoras no trecho. Investimento está orçado em mais de R$ 5 milhões.

Por Carina Lelles, G1 Centro-Oeste de Minas

23/11/2017 12h19  Atualizado há 12 horas

No dia 15 de novembro, moradores realizaram uma manifestação as margens da BR-352 em Martinho Campos pedindo melhorias na rodovia (Foto: Aline Fonseca/G1)

Deve começar nos próximos dias as obras de melhorias na BR-352, entre Abaeté e Pará de Minas. A confirmação foi dada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) ao G1 nesta quinta-feira (23). Isso porque uma liminar que impedia a empresa vencedora da licitação de executá-las foi derrubada e os trâmites administrativos estão em andamento. O valor do investimento é de mais de R$ 5milhões.

No início desta semana, prefeitos da região Centro-Oeste de Minas, juntamente com o deputado federal Jaime Martins (PSD/MG) tiveram uma reunião com o diretor geral do Dnit, Valter Casimiro Silveira, solicitando as melhorias na via e foram informados que a recuperação da BR-352 seria iniciada.

“Essa situação de má qualidade da rodovia se arrasta há anos. Existe um trecho de aproximadamente 70 quilômetros que se inicia após a ponte sobre o Rio Pará em Pitangui, passa pelos distritos de Albert Isaacson e Ibitira, em Martinho Campos, e segue até Abaeté, que está intransitável”, destacou Martins.


Ao G1, a assessoria de comunicação do Dnit destacou, por meio de nota, que a empresa vencedora do certame estava impedida de assinar contrato devido a uma liminar solicitada por um dos licitantes. O documento foi derrubado pela justiça na última segunda-feira (20).

“O Dnit já deu andamento aos trâmites administrativos para que se possa dar início às obras nos próximos dias. Os trabalhos, orçados em R$ 5,5 milhões, preveem recapeamento, tapa-buracos, supressão de vegetação às margens da rodovia, bem como manutenção dos dispositivos de drenagem. O prazo do contrato é de dois anos. O trecho contemplado vai de Abaeté (km 353) a Pará de Minas (km 485)”, diz o texto.

Manifestação

O trecho, entre Martinho Campos e Pitangui foi alvo de uma manifestação no dia 15 de novembro, devido à precariedade da rodovia. Segundo José Fernandes de Pádua, morador da cidade, a rodovia é a principal ligação entre vários municípios e está em péssimas condições de tráfego.

“Não são buracos que têm aqui, são crateras. Já enviamos ofícios ao Dnit pedindo melhorias, mas nunca recebemos retorno. Os prefeitos das cidades da região já solicitaram também e nada é feito”, reclamou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados. Não serão aceitas as seguintes mensagens:
Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; acusações sem provas, citando nomes de pessoas, se deseja fazer algum tipo de denúncia envie por e-mail que vamos averiguar a veracidade das denúncias, sendo esta verdadeira e de interesse coletivo será divulgada, resguardando a fonte.
Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; Que caracterizem prática de spam;
Fora do contexto do blog.
O Blog do Experidião:
Não se responsabiliza pelos comentários dos freqüentadores do blog;
Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;
Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;
Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.